No 8 de março, João Campos anuncia conjunto de medidas para fortalecer políticas e ampliar os serviços para as mulheres da cidade

No Centro Clarice Lispector, prefeito autorizou a ampliação do serviço do centro para 24h e a descentralização, nas unidades do Compaz.

                                                                                       Nesta segunda-feira, 8, quando se comemora o Dia Internacional da Mulher, o prefeito do Recife João Campos anunciou um conjunto de medidas para fortalecer as políticas públicas destinadas às mulheres. No Centro de Referência Clarice Lispector, ele falou sobre a ampliação dos serviços de acolhimento e atendimento às mulheres em situação de violência doméstica e sexista. Agora, as atividades do Clarice Lispector funcionarão 24h por dia. Os serviços do Centro também passarão a ser oferecidos nas salas da Secretaria da Mulher do Recife localizadas nos Compaz. 

Hoje, dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher, viemos ao Centro Clarice Lispector que é um centro de referência na cidade para acolhimento da mulher em situação de violência. Nós anunciamos aqui que o centro passará a funcionar 24 horas por dia, e também vamos expandir o atendimento descentralizado – em todo Compaz da cidade vai ter um Centro Clarice Lispector para poder acolher as mulheres recifenses. Esse compromisso é de todos nós”, declarou o gestor municipal.

Na ocasião, o chefe do executivo assinou dois decretos, o primeiro institui a Câmara Técnica Municipal de Enfrentamento da Violência Contra a Mulher e o segundo cria o Núcleo Institucional de Mulheres Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LBT). João Campos também encaminhou à Câmara Legislativa um Projeto de Lei do Executivo que torna a Cooperativa Ecovida Palha de Arroz, formada apenas por mulheres, entidade de utilidade pública. A vice-prefeita do Recife Isabella de Roldão participou do anúncio: “quero parabenizar o prefeito pela coragem de assinar, aceitar e receber as proposições. O Recife dá passos fortes e seguros para uma política pública de igualdade”

Já a secretária da Mulher Glauce Medeiros reafirmou o compromisso da Prefeitura com as mulheres em situação de violência. “Esse anúncio da expansão do horário de atendimento e da descentralização mostra para a cidade do Recife que a Prefeitura está buscando cuidar das mulheres que mais estão precisando do nosso serviço neste momento, que são as mulheres em situação de violência, agravadas ainda mais com a pandemia”, comentou ela.

A Câmara Técnica Municipal de Enfrentamento da Violência Contra a Mulher realiza o monitoramento das políticas públicas, bem como analisa os índices de violência contra a mulher com o intuito de orientar as ações de enfrentamento a serem desenvolvidas pelo executivo municipal. Participam da Câmara membros advindos das Secretarias da Mulher, de Direitos Humanos, Saúde, Segurança Urbana, Desenvolvimento Social, Juventude e Políticas sobre Drogas, Educação, Trabalho e Qualificação Profissional, bem como integrantes do Centro de Referência Clarice Lispector e da Brigada Maria da Penha.

Outra importante ação do prefeito João Campos é a criação do Núcleo Institucional de Mulheres Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LBT) que irá orientar as estratégias de ação para implementação de políticas públicas de gênero, diversidade e sexualidade, fortalecendo a intersetorialidade na gestão.

Cooperativa Ecovida Palha de Arroz – Ainda nesta segunda-feira, o prefeito João Campos assinou o Projeto de Lei que reconhece a Cooperativa Ecovida Palha de Arroz, no bairro do Arruda, como entidade de utilidade pública.  As cooperadas são acompanhadas pela Secretaria da Mulher do Recife desde 2014. Em 2018, fruto de um processo de construção coletiva, aconteceu a formalização das atividades em forma de cooperativa.

Antes das intervenções da Prefeitura do Recife, as mulheres trabalhavam de forma avulsa, sob sol ou chuva, nos bairros do Arruda, Campo Grande e entorno. Hoje, 15 mulheres fazem a separação dos resíduos a serem reciclados. Foram arrecadadas, entre agosto de 2020 até agora, mais de duas toneladas de plástico, material que seria descartado de forma irregular, poluindo o ecossistema da cidade.

O trabalho da Secretaria da Mulher do Recife na cooperativa se dá através de atividades de fortalecimento sociopolítico e econômico entre as cooperadas, além de empoderamento do grupo através de oficinas lúdicas e de formação. Em 2020, a Secretaria de Inovação Urbana do Recife também levou para o espaço o Projeto Recicla Mais, cujo objetivo é reduzir a poluição de material plástico nos rios, canais, barreiras e demais espaços públicos.

Centro Clarice Lispector – É o principal equipamento da Prefeitura do Recife no enfrentamento à violência doméstica e sexista contra a mulher. No local, as mulheres são acolhidas e orientadas por uma equipe multidisciplinar, composta por psicólogas, assistentes sociais, advogadas e educadoras sociais. Todo o serviço é gratuito, funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h. O Clarice dispõe de um disque-orientação, o Liga, Mulher (0800 2810107), que funciona de segunda à sexta, das 8h às 18h. Durante a pandemia do novo coronavírus, também passou a oferecer um serviço de Whatsapp 24 horas (99488.6138) para facilitar o acesso de mulheres que poderiam estar confinadas em casa com homens agressores e não tinham como chegar ao serviço. O Centro de Referência Clarice Lispector fica localizado na Rua Bernardo Guimarães, 470, no bairro de Santo Amaro.

 

Fotos: Rodolfo Loepert/PCR

O empoderamento feminino deve ser posto em prática

Há 44 anos, a Organização das Nações Unidas, a ONU, instituía o Dia Internacional da Mulher. Uma data criada para reafirmar anos de luta por melhores condições de trabalho, salários dignos e igualdade de direitos. Apesar de haver conquistas significativas desde a instituição desta data, é de ciência comum que o preconceito de gênero ainda se reflete fortemente em nosso país. Destas, por si só, os espaços de poder ocupados (ou não ocupados) nos ambientes de trabalho já geraram uma série de estudos. Mais do que o discurso, o empoderamento feminino deve ser posto em prática. Essa é uma bandeira que será empunhada em nosso mandato nos próximos anos.

A sub-representação feminina é um fato inconteste e presente em nosso dia a dia. Portanto, penso que a nós, homens e mulheres eleitos democraticamente para assumir o comando de gestões públicas, cabe a missão de contribuir com ações capazes de combater esse cenário de desigualdade. Foi pensando nisso que, tão logo assumi a Prefeitura do Recife, em 1° de janeiro, fiz cumprir um dos nossos mais importantes compromissos de campanha: a igualdade de gênero na formação do secretariado municipal, com 50% dos cargos sendo ocupado por mulheres. Entre as capitais brasileiras, nenhuma alcançou esse percentual na composição de seu primeiro escalão.

Outro dado que reforça o cumprimento do meu compromisso firmado em campanha: as mulheres estão em 50% dos cargos de liderança. Vale lembrar que contamos com a participação valiosa de Isabella de Roldão, primeira vice-prefeita da história da cidade. Mas, para além dessas marcas históricas que alcançamos, não tenho dúvida de que a representação feminina em nossa administração é forte, com gestoras que muito irão contribuir com as demandas da população.

Elas compõem um time que fará muito pela nossa cidade e que será reconhecido por isso. Para reforçar o peso de nossa ação, é importante dizer que estamos falando de mulheres que, juntas, respondem pela maior parte do orçamento municipal. As pastas que elas dirigem correspondem a 50,53% de todos os recursos da prefeitura. Foi com base no peso desses números que decidimos criar a marca da nossa gestão fazendo referência ao brasão do Recife, mas com o leão e a leoa representados para incorporar a presença feminina que temos na PCR e na própria cidade.

Só isso é suficiente para dirimir as diferenças no tratamento entre mulheres e homens? Não. Distorções históricas exigem uma luta diária. Novas medidas precisam ser pensadas, planejadas e executadas. Sabendo que o mercado de trabalho também pode ser muito duro para as mulheres, principalmente aquelas que acumulam dois ou mais turnos de trabalho como mães de família, incluímos no Crédito Popular do Recife, que será iniciado neste mês, a proposta de priorizar as mulheres na lista de ordenamento. O programa deve dar ao público feminino maior autonomia para a tomada de decisões e crescimento pessoal.

Para não me estender muito, concluo esse arrazoado de ideias com a boa referência de Clarice Lispector, que era recifense de coração. No clássico A Hora da Estrela, a escritora fala que “o destino de uma mulher é ser mulher”. Pois bem. Eu iria além, diria que o presente e futuro têm que ser mais promissores do que isso: o destino de uma mulher é ser o que ela quiser. De formas variadas, já ouvi essa declaração e, enquanto homem sensível a essa justa causa, assino embaixo. A representatividade das mulheres na Prefeitura do Recife é algo histórico, porém, deve ser a primeira de muitas outras iniciativas. Outras tantas ações serão realidade porque, no Recife, o discurso vira prática da gestão.
João Campos – Prefeito do Recife

*Artigo enviado originalmente ao Diário de Pernambuco

Desigualdades disparam no Norte e Nordeste com a pandemia

Enquanto o Brasil vive uma crise sanitária sem precedentes, atingindo a marca de mais de 250 mil mortes pela Covid-19 e com a vacinação a passos lentos, a política de Assistência Social no âmbito nacional segue sofrendo abalos e sendo enfraquecida pelo Governo Federal. E não apenas pela suspensão do auxílio emergencial e elaboração de medidas que visam à fragilidade social. Comparando a população em situação de pobreza e extrema pobreza no país entre 2019 e 2020, é possível perceber um aumento de 2,5% das famílias nessas circunstâncias, o que representa um salto de 412.647 mil novas famílias que passaram a ter uma renda, por pessoa, menor que R$89,00.

Mesmo diante desse cenário alarmante, com a crise econômica alargada pela disseminação do Coronavírus e seus impactos no mercado formal, o Governo Federal continua promovendo a redução do programa Bolsa Família. Nos últimos três meses, entre dezembro e fevereiro, mais de 48 mil famílias deixaram o Bolsa Família no Nordeste, além de outras 13 mil no Norte. São as únicas regiões que tiveram corte do programa. O Centro Oeste, Sul e Sudeste ganharam novos beneficiários, mas a soma não supera o déficit, que no país representa menos R$ 65,7 milhões na economia através do Bolsa Família.

O número de cortes no Nordeste e Norte segue o aumento da pobreza e extrema pobreza nessas duas regiões. Entre 2019 e 2020, mais de 74 mil famílias nordestinas passaram a fazer parte dessa estatística, somando-se a outras 11 mil famílias da região vizinha, o que não justifica a redução do Bolsa Família somente nessas duas áreas nos últimos três meses. Esse corte representa R$ 30 milhões a menos em circulação na economia do Nordeste. Em Pernambuco foram 7.750 famílias a menos, o que representa uma redução de R$ 4,9 milhões que deixaram de circular na economia local.

Vale destacar que a fila de espera do Bolsa Família, formada por pessoas que estão devidamente cadastradas e atendem aos critérios de elegibilidade do programa, continua crescente. Ou seja, não se trata de uma diminuição por mudança de cenário econômico das pessoas. Para se ter ideia,  dados de novembro sinalizam um total de 2.050.590 famílias no Brasil que estão aguardando por este benefício. O Nordeste tem a segunda maior demanda reprimida do país, com mais de 637 mil famílias aguardando a entrada no programa.

Mais uma vez o Norte e o Nordeste testemunham de maneira mais intensa um dos objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil ser descumprido: a erradicação da pobreza e da marginalização e redução das desigualdades sociais e regionais. O Governo Federal precisa dar essas respostas.

Por outro lado, Pernambuco garante, mais uma vez, a concessão de uma parcela extra a mais de um milhão de famílias beneficiárias do Bolsa Família, com a décima terceira parcela do programa, injetando mais de R$ 150 milhões na economia entre fevereiro e abril, compromisso não renovado pelo Governo Federal, que só pagou durante um ano o seu décimo terceiro. A população mais vulnerável não pode esperar e precisa de amparo.

Sileno Guedes

Secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude

Tadeu Alencar entrega emendas para a saúde de Altinho

O deputado federal Tadeu Alencar esteve na cidade de Altinho nesta quarta-feira para fazer uma entrega para a área da saúde do município. Ao lado do prefeito Orlando José, foram entregues para a Secretaria de Saúde de Altinho diversos equipamentos que serão fundamentais para o atendimento da população a partir de agora.

Foram entregues para a Secretaria de Saúde de Altinho diversos equipamentos para o atendimento da população a partir de agora

“É com muita honra que venho mais uma vez até Altinho para fazer essa entrega para a área da Saúde, tão fundamental para a cidade. É com muita satisfação que já colocamos mais de R$ 5 milhões em emendas ao longo desses anos”, comentou Tadeu Alencar.

Ao todo, Tadeu Alencar já destinou R$ 5,7 milhões em emendas parlamentares para Altinho. Nesta quarta-feira, foram entregues 1 cadeira odontológica, 28 ar-condicionados, 5 geladeiras, 2 otoscópios, 47 cadeiras, 6 armários e 4 arquivos, além do anúncio da chegada de um ônibus escolar, que já está em Pernambuco e aguarda apenas a burocracia do emplacamento para ser entregue definitivamente.

“Altinho nunca teve um deputado federal tão próximo como é o caso de Tadeu Alencar. É alguém que tem compromisso com a nossa população”, comentou o prefeito Orlando José.

Para a Secretária de Saúde de Altinho, Zenaide de Paula, o trabalho do deputado Tadeu Alencar representa uma mudança considerável na Saúde de Altinho.

“A saúde de Altinho tem um marco. Antes de Tadeu Alencar e depois. Nossa saúde precisava desse apoio e de alguém que tivesse a visão e sensibilidade de uma pessoa como ele. Onde a gente chega as ações de Tadeu Alencar são reconhecidas na cidade”.

João Campos articula emendas parlamentares para o Recife

Prefeito teve reunião com os deputados federais Wolney Queiroz e Augusto Coutinho, coordenadores da bancada pernambucana na Câmara

BRASÍLIA – Cumprindo agenda em Brasília, o prefeito João Campos articulou a destinação de recursos, por meio de emendas parlamentares, para obras e investimentos no Recife. Esta semana marca o prazo de fechamento para a alocação das emendas dos deputados no Orçamento e o prefeito teve reunião com os coordenadores da bancada de Pernambuco na Câmara, os deputados Augusto Coutinho e Wolney Queiroz.

“Reunião muito produtiva com os deputados Augusto Coutinho e Wolney Queiroz e tivemos a oportunidade de discutir a destinação de emendas da bancada de Pernambuco para obras importantes que temos planejadas para o Recife. Tratamos de projetos nas áreas de Saúde, Educação, Infraestrutura, entre outras áreas estratégicas. Vamos continuar buscando todas as fontes de recurso possíveis para fazer os investimentos que o Recife precisa”, afirmou o prefeito João Campos.

Além das tradicionais emendas individuais que cada parlamentar federal têm direito, há o instrumento da emenda de bancada, que permite a destinação de recursos acordada pelo conjunto dos representantes do Estado no Congresso Nacional.

Seguindo a agenda em Brasília nesta quarta (24), o prefeito tem compromissos com a Secretaria do Tesouro Nacional, órgão ligado ao Ministério da Economia e também com o Ministério da Infraestrutura.

Foto: Rodolfo Loepert/PCR

PSB e FJM promovem primeiro treinamento de ‘agitadores digitais’

17/02/2021

No próximo dia 27 de fevereiro, o PSB e a Fundação João Mangabeira (FJM) promovem o primeiro treinamento nacional de engajamento e mobilização digital voltado para sua militância.

O curso “Mobilização política e engajamento – Agitadores Digitais” será ministrado por Fabrício Moser, especialista em Mobilização Política, formado em Comunicação Política e Marketing Digital.

Na abertura, às 13h30min, participam o presidente nacional do partido, Carlos Siqueira, e o diretor-presidente da FJM, Ricardo Coutinho.

Segundo Carlos Siqueira, o PSB está em um momento especial porque realiza um processo inédito de autorreforma, com a participação de todos os militantes do país. Mesmo com a pandemia, filiados de todo o país têm colaborado com sugestões ao documento que será levado ao Congresso nacional em novembro.

“No Congresso, aprovaremos um novo manifesto e um novo programa que correspondam aos novos desafios da sociedade. O treinamento digital da militância é fundamental para potencializar nas redes sociais as novas ideias e práticas que nos propomos a adotar no partido”, afirma o presidente.

O curso vai preparar os militantes, por exemplo, a se posicionarem de forma mais eficiente e ativa no espaço digital, organizados em uma rede nacional que estimule o engajamento nos debates sobre a autorreforma e em todas as ações partidárias.

No primeiro encontro, o ator Tony Correia fará uma apresentação lúdica sobre participação e comunicação.

As inscrições devem ser feita pelo link https://bit.ly/3u2Bmlp

Gestão de Geraldo Julio reduz em 33% homicídios no Recife

Criação e implantação de quatro Centros Comunitários da Paz (Compaz),

Com as ações implantadas pelo socialista, entre elas quatro Compaz, mais de 2,2 mil vidas foram salvas em comparação com os 8 anos anteriores
Foto: Andrea Rego Barros

valorização da Guarda Municipal e contratação de novos agentes, investimento em iluminação pública em áreas vulneráveis da cidade e transformação de espaços públicos. Essas são algumas das inúmeras ações implantadas durante a gestão do prefeito Geraldo Julio (PSB) que resultaram em uma redução de 33,06% nos homicídios registrados na capital pernambucana entre 2013 e 2020, se comparado com os oito anos anteriores, já que comparações desse tipo devem ser feitas com períodos iguais. Essa diminuição representa 2.292 vidas salvas.

Os números são uma prova de como a vida humana é a principal prioridade do Partido Socialista Brasileiro (PSB). No Recife, a mudança começou ainda em 2012, quando recém-eleito, Geraldo Julio anunciou a criação da Secretaria de Segurança Urbana. O carro-chefe da pasta, os Compaz, chegaram como verdadeiras fábricas de cidadania na periferia da cidade, transformando a vida de crianças, jovens e suas famílias, ganhando inclusive reconhecimento nacional como o melhor projeto de redução de desigualdade social do Brasil pela Oxfam Brasil – entidade que atua em cerca de 90 países – e Programa Cidades Sustentáveis.

Foto: Andrea Rego Barros

Para Geraldo Julio, que concluiu seu segundo mandato consecutivo há pouco mais de um mês, o resultado é uma prova de que as prefeituras têm papel fundamental na segurança pública. “Esse papel se dá na prevenção. E foi o que fizemos. Os Compaz dão oportunidade aos nossos jovens com biblioteca, esportes, tecnologia, além de serviços e atividades para toda a família. Também investimos muito forte na Guarda Municipal, que é a mais antiga do Brasil, além da iluminação pública, com quase 100% do parque de iluminação da cidade em LED, e transformação de espaços públicos”, explicou o ex-prefeito, agora secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado. Geraldo foi o coordenador do Pacto pela Vida de Pernambuco implantado por Eduardo Campos, programa que bateu recordes de redução da violência no Estado.

Nos quatro Compaz inaugurados por Geraldo Julio (Compaz Eduardo Campos, no Alto Santa Terezinha; Compaz Ariano Suassuna, no Cordeiro; Compaz Miguel Arraes, na Caxangá; e Compaz Dom Helder, no Coque) já são cerca de 50 mil pessoas inscritas. Eles foram instalados com uma arquitetura arrojada que já impacta o território com construções de primeira qualidade e em áreas estratégicas da cidade.

O impacto dos Centros Comunitários da Paz trouxeram gestores de diversas prefeituras e governos estaduais do Brasil e até mesmo de fora do País a vir ao Recife conhecer a iniciativa, que está sendo replicada em outras cidades. Em 2019, as boas práticas realizadas pelos Compaz do Recife levaram as Fábricas de Cidadania da Prefeitura do Recife a serem reconhecidas como o melhor projeto de redução de desigualdade social do Brasil, pela Oxfam Brasil e Programa Cidades Sustentáveis, no 3º Prêmio Cidades Sustentáveis.

Presidente estadual do PSB, Sileno Guedes destaca que a área sempre foi uma das prioridades do Partido Socialista Brasileiro, que em suas gestões, sejam elas estaduais ou municipais, busca alternativas modernas para o enfrentamento à violência. “O combate à violência é algo que sempre esteve no radar do nosso partido, a exemplo do Pacto pela Vida, em 2007, que inclusive contou com a participação do ex-prefeito Geraldo Julio. Na Prefeitura, Geraldo assume essa responsabilidade também no âmbito municipal, atuando na prevenção e promovendo inovações que contribuem com a redução de homicídios e que são verificadas em números reais, no dia a dia da população. São exemplos reconhecidos e que devem nortear as gestões socialistas”, avalia o dirigente.

Iluminação Segurança – Já é provado que a iluminação é uma forte aliada da segurança pública. E nos 8 anos de gestão, Geraldo Julio investiu na área através do Ilumina Recife. Dentro do programa houve a etapa Ilumina Segurança, com a instalação de 30 mil pontos de luz de LED em 145 comunidades indicadas como vulneráveis do ponto de vista de segurança pública pelo Pacto pela Vida do Governo do Estado.

Além disso, em relação ao parque de iluminação da cidade, Geraldo concluiu seu mandato com 80% dos pontos de luz com tecnologia LED, que ilumina mais com menor custo.

Guarda Municipal – A Guarda Civil Municipal do Recife (GCMR), a mais antiga guarda municipal do Brasil, cumpre um importante trabalho na segurança urbana, unindo prevenção à violência e cidadania. A partir de 2013, uma série de ações foram realizadas pela gestão socialista, a fim de ampliar o efetivo e garantir melhores condições de trabalho para os integrantes da Guarda.

 

Somente em 2019, 282 novos agentes foram contratados, ampliando o efetivo para um total de 2.021 servidores. Desses, 936 entraram no concurso realizado em 2014, o maior incremento de efetivo da história da Guarda Municipal do Recife. Os servidores atuam na guarda patrimonial, eventos de Turismo, UPAS, praças, parques, eventos de grande porte, trânsito, entre outras atividades.

Os integrantes da GCMR também conquistaram uma série de melhorias, como a renovação da frota de viaturas e motos, a aquisição 200 radiocomunicadores e 2500 fardamentos completos, aumento salarial e a revisão do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV), em conjunto com representantes da categoria. Além disso, os guardas municipais realizam frequentes capacitações, para melhorar a qualidade do serviço oferecido à população. Outro avanço foi a instalação do Centro de Operações da Guarda e atendimento a ocorrências pelo telefone 153.

 

 

 

  Homicídios
2005 – 2012 6.931
2013 – 2020 4.639
Redução 33,07%
Vidas salvas 2.292

João Campos é aprovado por 65% dos recifenses

FONTE: FOLHA DE PERNAMBUCO 

 

Em seu primeiro mês de governo, o prefeito do Recife, João Campos, é aprovado por 65% da população, de acordo com pesquisa realizada em parceria entre a Folha de Pernambuco e o Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe). Os dados do levantamento mostram que a aprovação do socialista é maior entre recifenses do gênero feminino (68%), mas também é ampla entre o gênero masculino (62%).

Levando em conta as faixas etárias, João Campos tem o auge da sua aprovação entre pessoas de 16 a 24 anos e de 45 a 59 anos, em ambas conta com 67% de aprovação. Sessenta e cinco por cento dos recifenses de 60 anos ou mais também aprovam o primeiro mês de gestão, assim como 63% dos entrevistados de 25 a 44 anos de idade. Levando em consideração o grau de instrução, o prefeito do Recife é melhor avaliado entre quem estudou até o ensino fundamental (77%), seguido pelos que cursaram até o ensino médio (64%) e pelos que têm ensino superior (52%).

Os recifenses com renda familiar mensal de até dois salários mínimos dão o maior percentual de aprovação de João, quando abordada a faixa de renda, com 70%. Em seguida, vem os que têm renda de dois a cinco salários (61%) e os cuja família ganha mais de cinco salários mínimos (55%). A pesquisa mostra ainda que 18% dos entrevistados não aprovam o início da gestão e outros 17% não sabem ou não responderam ao questionamento.

Avaliação e expectativa

A pesquisa Folha/Ipespe revela ainda que 11% dos recifenses avaliam como ótima a gestão João Campos em seus primeiros 30 dias e outros 25% a consideram boa. Levando em conta os que têm a percepção positiva de ótimo ou bom (36%, no total), o maior percentual ocorre entre pessoas do gênero feminino (40%), na faixa etária de 45 a 59 anos (42%), entre recifenses que estudaram até o ensino fundamental (44%) e na faixa de renda familiar de até dois salários mínimos (40%). Para 39%, o início da gestão é regular, 5% acham que o começo do governo do prefeito do Recife é ruim e 6% avaliam como péssimo. Outros 15% não souberam avaliar ou não responderam ao questionamento.

Outro dado averiguado aborda a expectativa dos recifenses sobre como será a gestão do socialista, com ampla maioria dos entrevistados manifestando otimismo para os próximos três anos e 11 meses de governo de João Campos. Para 18%, o prefeito fará uma gestão ótima e outros 42% acreditam que a gestão será boa. Nesse segmento dos que acreditam em um governo ótimo ou bom (61%, no total), o maior percentual ocorre entre recifenses do gênero feminino (64%), seguidas pelos de gênero masculino (57%). Tanto entre entrevistados de 45 a 59 anos, como entre os que têm 60 anos ou mais, a expectativa por uma boa gestão é de 70%, maior patamar entre as faixas etárias.

Já o maior percentual baseado no grau de instrução é dos entrevistados que estudaram até o ensino fundamental, com 68%. Na faixa de renda, o otimismo para a gestão é maior entre os que possuem renda familiar de até dois salários mínimos por mês, com 64% dos entrevistados esperando que o prefeito encerre o primeiro mandato com um governo ótimo ou bom. Para 25% dos recifenses entrevistados, a expectativa é de que a gestão seja regular. Apenas 4% acreditam que ao longo dos próximos anos o Recife terá uma gestão ruim e 6% acreditam que ela será péssima. Cinco por cento não souberam avaliar ou não quiseram responder a pergunta.

Confira dados da pesquisa

 

Pesquisa

O levantamento realizado em parceria entre a Folha e o Ipespe entrevistou pessoas entre os dias 29 e 30 de janeiro. Ao todo, foram 800 entrevistados extraídos de forma aleatória para formar uma amostra da população, levando em conta cotas de gênero, idade, localidade e instrução. A margem de erro da pesquisa é de 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos e o intervalo de confiança é de 95,45%.

 

 

Danilo Cabral assume liderança do PSB na Câmara Federal

O deputado Danilo Cabral (PSB) foi indicado pela bancada líder do PSB na Câmara Federal nesta terça-feira (2). A escolha foi confirmada e protocolada junto à Casa nesta terça-feira (2), quando ele já participou da reunião de líderes para a definição da escolha dos cargos na Mesa Diretora. O parlamentar assume com o compromisso de intensificar a oposição ao governo Bolsonaro, mas com a preocupação de estabelecer o diálogo para a discussão dos problemas decorrentes das crises sanitária, econômica e social.

O parlamentar assume com o compromisso de intensificar a oposição ao governo Bolsonaro

“Esse será um ano desafiador e precisamos estar mais organizados, mobilizados e conscientes dos combates que precisaremos travar. Somos de um partido de oposição, mas acredito no diálogo. Pretendemos exercer a liderança construindo mais pontes do que muros. A situação do país exige de nós grandeza, desprendimento e compromisso com o povo que está sofrendo. Temos que focar na solução dos problemas, acima das disputas partidárias”, declarou Danilo Cabral. O parlamentar defendeu que a Câmara dos Deputados, no início desta nova Legislatura, acompanhe o andamento da vacinação e coloque, urgentemente, em pauta o auxílio emergencial. Ele é a favor da renovação do pagamento do benefício pelos próximos seis meses.

Danilo Cabral também afirmou que a bancada do PSB irá lutar para que o presidente Bolsonaro responda pelos crimes de responsabilidade, que tem cometido reiteradamente na Presidência da República. “Não restam dúvidas de que as mais de 225 mil vítimas fatais do Coronavírus, também são vítimas de Bolsonaro. Seja por incompetência, pelo mau uso do dinheiro público ou pela ação deliberada para desmobilizar as ações de combate a Covid-19, ele deve ser responsabilizado por suas atitudes”, disse.

O deputado destacou a atuação do antigo líder, Alessandro Molon (RJ), à frente da bancada ao longo do ano passado. “Espero dar continuidade ao trabalho iniciado por ele, que exerceu a liderança com muita responsabilidade, quando as crises sanitária, econômica e social exigiram do Congresso Nacional, e consequentemente de seus líderes, respostas à altura dos desafios impostos”, afirmou. E agradeceu a confiança de seus pares e do presidente do partido, Carlos Siqueira.

Natural de Surubim, no Agreste pernambucano, Danilo Cabral exerce seu terceiro mandato como deputado federal. É advogado e servidor de carreira do Tribunal de Contas de Pernambuco. Nos governos Eduardo Campos (2007-2014), foi secretário de Educação e de Cidades. No ano de 2015, foi secretário de Planejamento e Gestão do governo Paulo Câmara, deixando o cargo para retomar o mandato como deputado. Na Câmara, foi presidente da Comissão de Educação (2018), vice-presidente da Comissão Especial do Fundeb (2020), e das Frentes Parlamentares em Defesa da Chesf, do Sistema Único de Assistência Social e pela Valorização das Universidades Federais.

Confira as Diretrizes para Eleições 2020 – Goiana

PARTIDO SOCIALISTA BRASILEIRO – PSB, Diretório Estadual de Pernambuco, situado à Avenida Governador Agamenon Magalhães, n. 2615, 14o andar, Boa Vista, Recife/PE, CEP 50.050-290, neste ato representado pelo seu Presidente, vem, em atenção ao que consta na Resolução PSB/PE n. 2/2020 e na Resolução CEN n. 03/2020, do Diretório Nacional do PSB, prestar as orientações que se seguem para as deliberações sobre formação de coligação e escolha de candidatos no município de Goiana/PE.

Para as eleições municipais a serem realizadas na Cidade de Goiana neste ano de 2020, este órgão regional do PSB estabelece a orientação de apoio a candidatura ao cargo de prefeita do PCdoB, a Sra. OlgaLuiza de Sena Tavares e para compor o cargo de vice prefeita, a Sra. Maria Danyelle Sena Falcão de Melo, bem como de que seja constituída a coligação majoritária com o máximo de partidos possíveis que estejam alinhados com as diretrizes partidárias constantes do estatuto, do regimento interno e das resoluções expedidas por esta agremiação, dando-se prioridade às alianças com as legendas de esquerda e de centro-esquerda.

Sendo o que cabia apresentar, renovam-se os votos de respeito e consideração.

Cordialmente,

SILENO GUEDES

Presidente do Diretório Estadual do PSB/PE

A sua Senhoria o Senhor

JOSE CARLOS CORREIA DA SILVA

Ilmo. Presidente do Diretório Municipal do PSB em Goiana/PE

Confira aqui o documento completo:

OFICIO 029-2020 Diretrizes Goiana