PSB reúne militância para discutir inserção da juventude na política

Cerca de 150 pessoas lotaram o auditório do Partido Socialista Brasileiro na noite desta quinta-feira (13) para ouvir os deputados federais eleito e reeleito João Campos e Danilo Cabral, respectivamente. A nona edição do Prosa Político, que aborda temáticas da atualidade, abordou o Protagonismo jovem nos espaços de poder e as influências do projeto Escola sem Partido na juventude – a proposta foi arquivada esta semana na Câmara Federal. O evento contou ainda com a presença do presidente do PSB estadual, Sileno Guedes, e do representante da JSB Pernambuco, Tyago Bianchi, além da secretária de Formação Política Dora Pires.

João Campos: “A gente tem que ter muito cuidado com a palavra ‘novo’”

Eleito com a maior votação da história de Pernambuco, João Campos ficou responsável por falar sobre o protagonismo da juventude na política brasileira. O parlamentar apresentou um panorama da nova configuração da Câmara Federal, resultado das eleições de 2018. Esse ano, 47,3% dos 513 deputados são novatos (que não foram reeleitos). Dos 444 parlamentares da Câmara Federal, 251 foram reeleitos, ou seja, 56%. Em toda bancada, apenas 28 deputados estão na faixa etária de até 30 anos – um a menos que na legislatura passada. Ainda segundo os dados apresentados por João Campos, o PSB foi o partido de esquerda que mais se renovou no Brasil, elegendo 18 novos deputados federais na bancada de 32.

Após a apresentação, João falou do papel que a bancada socialista terá durante os próximos quatro anos. Ele também destacou que, apesar da renovação apresentada, é preciso ter cautela diante do novo cenário.  “A gente tem que ter muito cuidado com a palavra ‘novo’. Nem sempre o que é novo é melhor. Temos que ter a clareza de entender o que é importante ser feito”, ressaltou. O parlamentar eleito ainda avaliou o resultado da eleição presidencial, pontuando que as principais demandas nacionais não foram discutidas durante o pleito.

No encontro, João Campos ainda abordou as políticas públicas adotadas por gestões do PSB em benefício da juventude, como a instituição do Passe Livre no governo Paulo Câmara.

Danilo Cabral falou sobre a influência do projeto Escola sem partido na juventude

Presidente da Comissão de Educação na Câmara, o deputado federal Danilo Cabral frisou a importância do arquivamento da proposta Escola sem partido para a juventude brasileira. “Chegar aqui depois da vitória com o arquivamento dessa proposta é importante. Esse projeto significa uma vedação à liberdade de pensamento e ao pluralismo de ideias. Eles não querem uma escola sem partido e sim com um partido único. A gente tem que garantir a escola como lugar de debate, onde cada um possa expressar seu pensamento. Esse é o papel da escola”, afirmou o socialista, enfatizando ainda a necessidade de resistir à temática no novo governo.

O parlamentar também ressaltou que é preciso debater o pacto pela educação no âmbito nacional, para que avanços na área sejam realizados. Danilo, que foi secretário de Educação na gestão do governador Eduardo Campos, lembrou os avanços realizados em Pernambuco, como a construção de novas escolas em tempo integral (em 2007, eram sete e agora o número se aproxima de 400), o salto no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e a nova rede de escolas técnicas, enfatizando o compromisso do governador Paulo Câmara em continuar com as políticas educacionais em seu mandato.

Presidente estadual do PSB, Sileno Guedes destacou o papel do engajamento da base partidária no encontro. “Esse evento acontece por dois motivos: pela disposição da nossa militância de pegar informação, de debater políticas e ideias e pelo compromisso e disponibilidade de pessoas como Danilo e João, que vêm trazer informações do Congresso Nacional, da Assembleia Legislativa e administrações do PSB. Quem dá conta no dia a dia é essa base, que alimenta a chama do nosso partido”, avaliou. O evento também foi marcado por um ato de filiação de novos aos ao Partido Socialista Brasileiro.

 

Legado de Miguel Arraes é evidenciado durante solenidade de inscrição do seu nome no livro Heróis da Pátria

Com mais de 50 anos de trajetória política e reconhecido nacionalmente como um dos maiores líderes da esquerda brasileira, o ex-governador Miguel Arraes teve o nome inscrito no livro Heróis da Pátria, na manhã desta quarta-feira (12), no Panteão da Pátria, em Brasília. A solenidade contou com a presença do governador Paulo Câmara, do prefeito Geraldo Julio, do deputado federal eleito João Campos, bisneto de Arraes, além de inúmeros representantes do PSB de Pernambuco. A lei que instituiu a homenagem ao socialista é de autoria do deputado federal Tadeu Alencar (PSB-PE), subscrita por toda a bancada socialista na Câmara Federal, e foi sancionada em setembro pelo então presidente em exercício Dias Toffoli.

Arraes foi deputado estadual e federal, prefeito do Recife e governador de Pernambuco por três mandatos, sempre atuando pelo fortalecimento da democracia e igualdade social. Presidiu o PSB nacional entre 1993 e 2005. O livro Heróis da Pátria é feito de aço e reúne nome de homens e mulheres que se destacaram na defesa da liberdade do país, a exemplo do inconfidente Joaquim José da Silva Xavier (Tiradentes, que foi o primeiro a ter o nome inserido no livro), Zumbi dos Palmares, Santos Dumont, Getúlio Vargas, Leonel Brizola, Zuzu Angel, Machado de Assis e Anita Garibaldi.

Vice-presidente nacional do PSB, o governador Paulo Câmara destacou que a trajetória política de Arraes sempre foi pautada pela defesa da justiça social. “Doutor Arraes foi um dos maiores líderes políticos do século 20 no Brasil, de inegável compromisso com aqueles que mais precisavam e profundo conhecimento dos desafios da Nação. Quero parabenizar o deputado o Tadeu Alencar pela iniciativa e assegurar que o legado de doutor Arraes continua vivo”, pontuou.

Bisneto de Arraes, o deputado federal eleito João Campos enfatizou o sentimento de reconhecimento pela homenagem. “A inscrição do nome de Doutor Arraes no Livro dos Heróis e das Heroínas da Pátria faz justiça a um homem que teve a vida marcada pela capacidade de resistir e de lutar pela democracia, de sempre colocar os interesses do povo acima de qualquer coisa. Além do meu bisavô, outros grandes nomes da nossa história estão sendo inscritos no livro que fica guardado no Panteão da Pátria e da Liberdade. Fico feliz em saber que nomes como Miguel Arraes e Bárbara Alencar se juntam aos nomes históricos de Zumbi dos Palmares e Santos Dumont”, avaliou.

Para o prefeito Geraldo Julio, Arraes representa um exemplo de homem público não somente para os filiados ao Partido Socialista Brasileiro. “É uma honra participar deste momento, que dá visibilidade à história pernambucana e a figuras tão importantes para construção da nossa democracia. Doutor Arraes é uma referência de homem público que norteia nossos princípios e hoje é momento para imortalizar a história dele. Nosso desejo é que a conduta que o guiou em sua vida pública sirva de referência também para muitas pessoas em todo o Brasil”, afirmou.

Presidente estadual do PSB, Sileno Guedes destacou que a inscrição dele no livro Heróis da Pátria é fruto do reconhecimento da população brasileira à defesa pela democracia de Arraes e de todo seu trabalho pelo povo pernambucano. “Dr. Arraes é uma referência como homem público, sempre atuando na defesa dos direitos democráticos e pela igualdade social. É também um exemplo de cidadão e líder partidário, sendo um dos responsáveis pela construção do PSB no Brasil e em Pernambuco e de um legado que foi capaz de mudar a vida de tantos pernambucanos. A inclusão do seu nome, ao lado de tantos outros brasileiros que contribuíram na história do nosso país, é mais uma evidência da sua representatividade como líder nacional”, frisou.

FOTOS: Humberto Pradera/ PSB Nacional

Pernambuco é o Estado mais transparente do Brasil

Pioneiro no quesito transparência, Pernambuco é novamente destaque no cenário nacional, ocupando a liderança isolada, entre os estados, no Ranking da Escala Brasil Transparente – Avaliação 360° (EBT), com nota 9,4. A avaliação, realizada pelo Ministério da Transparência e Controladoria Geral da União (CGU), ocorreu no período de 09 de julho a 14 de novembro deste ano, com 691 entes, entre eles os estados, capitais e municípios com mais de 50 mil habitantes.

 A transparência tem sido uma diretriz do Governo Paulo Câmara, que em 2018 colocou à disposição da sociedade um novo Portal da Transparência, mais moderno, didático e interativo, estimulando ainda mais a participação da sociedade na gestão.

 O ranking da EBT trouxe nesta edição uma inovação na tradicional metodologia de avaliação da transparência pública adotada pela CGU, com a Avaliação 360°. O resultado está disponível no http://www.portaltransparencia.gov.br/brasiltransparente.

Com a nova metodologia, foram analisados tanto a transparência passiva quanto a transparência ativa (publicação de informações na internet), incorporando aspectos como a verificação da publicação de informações sobre receitas e despesa, licitações e contratos, estrutura administrativa, servidores públicos, acompanhamento de obras públicas, entre outros.

 O resultado é reflexo do avanço do fomento ao controle social e da melhoria do atendimento das demandas da população pelo Governo, que tem priorizado a verdade e a transparência, em suas ações.

Paulo Câmara é diplomado pelo TRE-PE para seu segundo mandato

O governador Paulo Câmara foi diplomado, nesta quinta-feira (06.12) pelo Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE), para ser reconduzido ao segundo mandato como chefe do Executivo estadual, durante solenidade no Classic Hall, em Olinda. Também foram diplomados a vice-governadora do Estado, Luciana Santos, deputados federais e estaduais e o senador Humberto Costa, eleitos nas eleições de 2018. O senador Jarbas Vasconcelos foi diplomado, antecipadamente, a pedido, em decorrência de uma agenda fora do País. O ato – último do processo eleitoral para legitimar os candidatos a tomarem posse em 2019 – foi conduzido pelo presidente do TRE-PE, Luiz Carlos de Barros Figueiredo.

“Vamos continuar o nosso trabalho, pois o povo de Pernambuco assim nos conduziu. Agora, é cumprir a nova etapa, a nova tarefa, enfrentar os desafios de governar o Estado de Pernambuco diante, ainda, de um cenário econômico adverso no âmbito do Brasil e buscar melhorar os serviços públicos. Essa é a nossa missão essencial: ajudar a população e buscar manter Pernambuco na frente, equilibrado, mantendo as contas em dia”, afirmou o governador Paulo Câmara.

Em seu discurso, ressaltou, ainda, que os palanques estão desmontados e as mãos abertas para outras mãos de boa fé, que queiram ajudar a resolver as questões mais urgentes. Uma delas é a retomada do diálogo nas relações políticas. “Fomos levados a um nível exacerbado de intolerância que deixou rastros profundos em toda parte. Muitos simplesmente não querem ouvir a voz contrária. E sem ouvir a voz contrária, como fortalecer a democracia, um sistema político que se consolida com o embate dos argumentos?”, enfatizou.

“Estamos prontos para trabalhar a favor destes acordos no plano nacional, quando estiverem em jogo decisões de relevância para o futuro do Brasil. Estamos prontos para fazer o mesmo no nosso Estado, procurando reunir todos dispostos a contribuir, de alguma forma, para o desenvolvimento econômico, social e cultural de Pernambuco”, disse o governador.

Paulo Câmara finalizou seu discurso congratulando os colegas eleitos. “Quero parabenizar a minha vice-governadora, Luciana Santos, primeira mulher eleita para esse cargo, os senadores eleitos, Jarbas Vasconcelos e Humberto Costa, todos os deputados estaduais e deputados federais. Desejo sucesso e temperança a todos no exercício dos mandatos populares legitimados pelos votos das pernambucanas e dos pernambucanos”.

Ao todo, foram diplomados 49 deputados estaduais e 23 deputados federais. Além dos deputados federais reeleitos Daniel Coelho e Augusto Coutinho, que foram, excepcionalmente, diplomados no último dia 3 de dezembro. O TRE-PE também entregou certificados aos sete conselheiros distritais eleitos em Fernando de Noronha e a mais um suplente.

Fotos: Aluisio Moreira/SEI

Miguel Arraes terá nome inscrito no Livro Heróis da Pátria no próximo dia 12

Com a sanção da Lei 13.719/2018 realizada no último mês de setembro, o nome do ex-governador de Pernambuco, Miguel Arraes, será inscrito no livro Heróis da Pátria no próximo dia 12, às 10h. A solenidade acontece no Panteão da Pátria, Praça dos Três Poderes, em Brasília, onde está situado o livro feito em aço. A inclusão do nome de Arraes foi uma proposição do deputado federal Tadeu Alencar e subscrita pela bancada socialista na Câmara Federal. Sua sanção foi realizada pelo então presidente em exercício Dias Toffolli (ministro do Supremo Tribunal Federal).

Miguel Arraes foi deputado estadual e federal, prefeito do Recife e governador de Pernambuco por três mandatos. Presidiu o PSB nacional entre 1993 e 2005. Teve a vida pública marcada pelo compromisso com a redução das desigualdades sociais, a melhora das condições de vida no campo, a educação de qualidade e a luta em defesa da democracia brasileira.

Presidente estadual do PSB, Sileno Guedes destaca que a inscrição dele no livro Heróis da Pátria é fruto do reconhecimento da população brasileira à defesa pela democracia de Arraes e de todo seu trabalho pelo povo pernambucano. “Dr. Arraes é uma referência como homem público, sempre atuando na defesa dos direitos democráticos e pela igualdade social. É também um exemplo de cidadão e líder partidário, sendo um dos responsáveis pela construção do PSB no Brasil e em Pernambuco e de um legado que foi capaz de mudar a vida de tantos pernambucanos. A inclusão do seu nome, ao lado de tantos outros brasileiros que contribuíram na história do nosso país, é mais uma evidência da sua representatividade como líder nacional”, afirmou.

Líder do PSB na Câmara e autor do projeto, o deputado Tadeu Alencar evidenciou a atuação de Miguel Arraes na ditadura e no enfrentamento às forças conservadoras, que, segundo ele, transformou Arraes em um grande líder nacional. “Miguel Arraes é um dos políticos e personalidades que mais deixam saudade, pelo exemplo de vida, pela sua luta por justiça social e pelo seu ideário nacionalista e popular, que representa, sobretudo, o combate às desigualdades que punem os brasileiros. Sua vida inteira foi um tributo ao povo”, destaca Tadeu Alencar.

O panteão é um memorial cívico dedicado a figuras ilustres da história do país, como o inconfidente Joaquim José da Silva Xavier (Tiradentes, que foi o primeiro a ter o nome inserido no livro), Zumbi dos Palmares, Santos Dumont, Getúlio Vargas, Leonel Brizola, Zuzu Angel, Machado de Assis e Anita Garibaldi.

Danilo Cabral defende novo Pacto Federativo com mais recursos para estados e municípios

O presidente da Comissão de Educação da Câmara Federal, deputado Danilo Cabral (PSB/PE), afirmou que a desvinculação dos recursos da União pode ser uma ameaça à educação pública brasileira. “Da forma como está sendo discutida, a iniciativa retira recursos da educação. Nós podemos dizer que o que se tem no orçamento, hoje, não é suficiente para assegurar o cumprimento das metas do Plano Nacional de Educação (PNE), que deve ser grande balizador da área”, destacou no Seminário “Pacto Federativo na Educação Brasileira: desafios e caminhos”, promovido pelo Tribunal de Contas da União, nesta terça-feira (4).

 O parlamentar ressaltou que, de cada R$ 100 arrecadados em impostos no Brasil, R$ 70 ficam no governo federal. “Até a promulgação da Constituição de 1988, de cada R$ 100 das receitas administradas pela União, R$ 80 eram compartilhados com estados e municípios. Isso mostra, de forma objetiva, o processo de concentração de recursos na União e, no contra fluxo, há um processo de desconcentração de atribuições: a União concentrou receitas e transferiu responsabilidades para estados e municípios”, frisou Danilo Cabral.

Por isso, o deputado defendeu a revisão do Pacto Federativo com mais recursos para estados e municípios como fundamental para a democracia brasileira. Ele disse que a desvinculação orçamentária como solução para equilibrar as contas públicas, na verdade, poderá concentrar ainda mais os recursos na União. “As consequências da desconfiguração do Pacto está presente em todas as políticas públicas e é necessário rediscuti-lo amplamente”, disse.  Danilo Cabral destacou que estados e municípios não recebem recursos suficientes para bancar as políticas, como o custeio do transporte e merenda escolares, da implantação do piso dos professores.

 O parlamentar criticou a ausência de debate sobre um novo federalismo para o país, inclusive no âmbito da educação. “A União deve ampliar sua participação no financiamento no Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação). Ela entra com 10%, e estados e municípios bancam as demais receitas”, criticou. Ele comentou que tramita na Câmara uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC 15/15), que amplia para 30% a presença da União na cesta do Fundeb, além de constitucionalizar o Fundo.

 “A discussão sobre Escola sem Partido é uma cortina de fumaça, as pessoas não querem saber disso, querem saber de escola com professor, com livro e com merenda”, afirmou. Ainda hoje a Comissão Especial que analisa o projeto de lei 7180/14, chamado de Escola sem Partido.

 O seminário contou também com a presença dos presidentes do Tribunal, Raimundo Carreiro, da Comissão de Educação do Senado, senadora Lúcia Vânia (PSB/GO), e do Todos Pela Educação, Priscila Cruz. O objetivo do evento foi de qualificar o debate e as discussões sobre os desafios da governança federativa na educação básica brasileira, bem como apresentar e debater caminhos para solucioná-los.

Estadual do PSB avalia atuação do partido em 2018 e traça planejamento para próximo ano

A Executiva estadual do Partido Socialista Brasileiro reuniu, na noite desta quinta-feira (29), no Recife Praia Hotel, seus membros para avaliar o desempenho da legenda em 2018 e fazer um planejamento de atividades para o próximo ano. A importância de encontros permanentes entre a militância somada à formação política dos socialistas foi um dos temas abordados durante o encontro.

Além da avaliação do resultado das eleições para o PSB de Pernambuco, o presidente estadual do PSB, Sileno Guedes, destacou as atividades partidárias realizadas durante o ano de 2018. Os encontros do Prosa Política, que abordaram temas diversos, como o espaço da negritude na política e os avanços e desafios para as mulheres nas gestões socialistas, foram destacados. Os cursos realizados na área de militância digital e outro voltado para os vereadores do PSB de Pernambuco também foram enfatizados.

O presidente ainda destacou o trabalho desempenhado pela militância na construção de propostas de governo, que foram entregues ao então candidato à reeleição, o governador Paulo Câmara. Durante os meses que antecederam a eleição, os sete segmentos do PSB se reuniram para avaliar os avanços de cada área e propor novas iniciativas. O conjunto desse trabalho foi entregue a Paulo durante o pleito.

Sileno Guedes: meta é ampliar formação política

O presidente ainda falou sobre as expectativas para o próximo ano. Sileno destacou que o PSB vai continuar investindo na formação política dos seus militantes em 2019, ano que não tem calendário eleitoral. “Teremos um ano em que vamos nos dedicar ainda mais à formação política. Através da preparação da nossa militância é possível consolidar o trabalho feito pelo PSB em Pernambuco. Em 2020, teremos uma eleição diferente, que não contará com coligações, e precisamos estar prontos para este momento”, avaliou Sileno Guedes. A expectativa é realizar novos cursos de formação com os segmentos sociais e com os futuros gestores estaduais.

Presente no encontro, o deputado estadual Aluísio Lessa fez uma avaliação sobre a vitória do PSB no Estado. Ele enfatizou a capacidade de articulação política do governador Paulo Câmara, que conseguiu fazer a maior coligação para o governo estadual no país, além de ter reunificado a esquerda com a presença do PT na chapa majoritária. “Não vencemos sozinhos e eu quero destacar a coragem do governador Paulo Câmara, que fez a aliança com o PT e a manutenção do PMDB na coligação”, pontuou. O parlamentar também destacou a importância de manter sempre o diálogo da bancada do PSB na Alepe com a Executiva estadual.

Isaltino Nascimento propôs criação de fórum nacional de parlamentares

Líder do governo na Assembleia Legislativa, o deputado Isaltino Nascimento fez uma avaliação sobre o cenário político nacional, destacando a importância do papel da esquerda no novo momento vivido no país. “Reunir é sempre bom. Sempre bom a gente conversar e discutir porque cada um tem sua avaliação. Quanto mais a gente conversa, mais a gente acerta. É bom esse exercício em 2019. Nosso partido nacionalmente tem um desafio muito grande, porque a  ideia colocada é desconstruir a imagem de quem é militante de esquerda. Precisamos nos alinhar politicamente e ideologicamente para fazer contraponto ao que está posto”, disse. Na ocasião, o socialista propôs a criação de um fórum nacional de parlamentares socialistas, de uma reunião do diretório nacional no início do próximo ano para avaliação do cenário nacional e também fez uma avaliação da liderança do governador Paulo Câmara nas eleições, desde 2016, quando o PSB elegeu 70 prefeitos.

Educação do Paulista apresenta resultados positivos da parceria com a Fiat e IQE

O município do Paulista participa do Programa Rota do Saber, da Fiat Chrysler Automobiles (FCA), há um ano e meio, em parceria com o Instituto Qualidade no Ensino (IQE). Os números mostram que a Educação no município está avançando. O desempenho dos profissionais vem contribuindo para o trabalho exitoso, onde são identificadas as dificuldades e os potenciais de melhoria.

Um caso que ilustra bem o resultado positivo no aprendizado dos alunos, é do jovem Jamerson Santos, 12 anos, do 5° ano, da Escola Municipal Terezinha Camarotti, na Mirueira. O estudante tinha dificuldade em aprender matemática, mas depois que a professora Salete Soares participou da formação do Rota do Saber, isso contribuiu para o seu desenvolvimento escolar. “Só tenho a agradecer a minha professora Salete Soares. Eu não estaria aqui se não fosse meus professores. Quero ser médico ou psicólogo para aprender sobre o corpo e a mente humana”, afirmou.

O coordenador de Projetos Sociais da FCA, Fernando Elias destacou a importância do empenho da gestão municipal em atingir os bons resultados.  “A gente tem um ótimo resultado. É resultado desafiador. Nós tivemos 32% de alunos proficientes.  Nesse trabalho de um ano e meio, a gente já conseguiu uma melhoria significativa. Na disciplina de Matemática, por exemplo, a gente registra que mais de 50% dos alunos têm proficiência. Isso indica que estamos no caminho certo. Os esforços, a atuação do professor, do gestor estão surtindo efeito”, enfatizou.

O Secretário de Educação do Paulista, Carlos Júnior, disse que o comprometimento do corpo docente tem sido de grande relevância para o sucesso do Rota do Saber na rede municipal. “A gente vem investindo na participação ativa dos pais. Isso é bastante produtivo. Fico muito feliz com o depoimento dos pais em reconhecer nosso trabalho. Afirmo que em 2019, o ano será bem melhor do que em 2018. Os índices de desempenho vão aumentar mais ainda”.

O Programa Rota do Saber vem promovendo a qualificação de 180 professores de Português e de Matemática, além de 62 gestores escolares. Através do programa, mais de quatro mil estudantes dos 3°, 4° e 5° anos são beneficiados com a iniciativa.

A apresentação dos resultados da avaliação do desempenho dos alunos deste período aconteceu nesta sexta-feira (23.11), no Senac, em Jardim Paulista, aos professores, gestores, supervisores e técnicos, além de representantes do Conselho Tutelar, pais dos alunos e do Chefe de Gabinete Francisco Padilha, representando o prefeito Junior Matuto.

 

Números alcançados através do Programa Rota do Saber:

Na avaliação do desempenho e performance dos alunos do 3° ao 5° ano, todas as metas foram alcançadas. Ao todo, 5.560 alunos participaram da avaliação.

Em 2017, apenas 33% dos alunos atingiram a meta de proficiência.

Já em 2018, 47% dos alunos aprenderam as disciplinas Português e Matemática.

Em relação, ao Índice de Educação Básica (IBEB), do Ministério da Educação (MEC), os alunos do 5° ao 9°, que foram avaliados em Português e Matemática obtiveram o seguintes resultados:

Do 1° ao 5° ano – em 2015, o índice era de 4,1 e subiu para 4,7 em 2017.

Do 6° ao 9° ano – em 2015, o índice era de 3,4 e passou para 3,9 em 2017.


Foto: Jorge Macrino

Informações da Prefeitura do Paulista

Espaço da negritude na política é tema de mais uma edição do Prosa Política

Para Cristina, a mulher, incluindo a negra, não tem ampla representação na política pela falta de apoio social e financeiro

A 8ª edição do Prosa Política, debate realizado pelo PSB de Pernambuco, reuniu, nesta quinta-feira (22), representantes de diversos segmentos sociais para avaliar o papel do homem e da mulher negra nos espaços de poder. Aos militantes, os palestrantes convidados, os deputados Isaltino Nascimento e Cristina Almeida, do Amapá, falaram sobre as lutas históricas da população negra para reafirmar suas bandeiras na sociedade. Os avanços do segmento nas gestões do PSB também foram abordados.

Cristina Almeida iniciou sua explanação falando sobre a história de mulheres negras que se destacaram na luta democrática do país, como Dandara, que protagonizou a defesa o Quilombo dos Macacos, Tereza de Benguela, responsável por defender o Quilombo do Quariterê, e Luíza Mahin, que foi protagonista importante na Revolta dos Malês. A parlamentar também fez uma avaliação sobre como a mulher negra está representada atualmente no Congresso Nacional.

Para Cristina, a mulher, incluindo a negra, não tem ampla representação na política pela falta de apoio social e financeiro. “O cenário da legislação que nos garante reserva de 30% não é suficiente. Precisamos entender o papel dos segmentos nessa luta. Precisamos ter estratégia de fazer o diálogo com a sociedade para que nossos representantes possam levantar nossa bandeira”, discursou.

Em seguida, o deputado Isaltino Nascimento falou sobre o histórico de luta do povo negro, com as principais conquistas de demandas. Na política, o parlamentar destacou a inserção do negro nas eleições de 2018. Dentre as 1.626 vagas para deputados distritais, estaduais, federais e senador, apenas 65 foram preenchidas por candidatos que se autodeclaram pretos nas eleições 2018. Os negros são 4% dos eleitos neste ano, de acordo com os dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

“Por que temos poucos negros na política?”, questionou. “Poucos recursos para campanhas políticas. Não existe nenhum tipo de cota mínima obrigatória para partidos candidatarem políticos negros, diferente do percentual para gênero. As desigualdades raciais no Brasil ainda estão firmes e fortes”, frisa o deputado. Para ele, é preciso garantir mais políticas públicas, igualdade salarial, tolerância cultural e acesso à educação de qualidade.

O socialista também citou os avanços realizados pelas gestões do PSB em Pernambuco em prol da população negra. Dentre elas, a criação do Programa de combate ao racismo institucional (PCRI); da Coordenadoria de Igualdade Racial de Pernambuco (CIRPE), a instituição do Plano Estadual de Promoção da Igualdade Racial, do Pernambuco Quilombola e do de Promoção de Igualdade Racial. Também foi citada a concepção do Fórum de Gestores de Política de Igualdade Racial e do Conselho Estadual de Promoção de Igualdade Racial.

O encontro, realizado na sede do PSB, contou com a presença da deputada estadual Laura Gomes, da deputada eleita Gleide Ângelo, do presidente estadual Sileno Guedes, da secretária de Formação Política do PSB-PE, Dora Pires, dos representantes dos segmentos da Negritude, Vicente Moraes, Mulher, Niedja Guimarães, Juventude, Tyago Bianch, Popular, Luciberto Xavier, e LGBT, Tom Araújo.

 

Pernambucanos lotam Pátio do Carmo para confirmar apoio a Fernando Haddad

Paulo Câmara: “Pernambuco não vai te faltar”

Estado escolhido para o último comício do presidenciável Fernando Haddad (PT) antes do segundo turno, Pernambuco – terra do ex-presidente Lula – mostrou, nesta quinta-feira (25), que a unidade do povo brasileiro em prol da democracia vai prevalecer no próximo domingo, dia 28. Um grande ato que contou com presença de lideranças políticas de diversos partidos atraiu, para o Pátio do Carmo, no Centro do Recife, milhares de pessoas que se uniram para levar o apoio a Haddad e a demonstrar a confiança na vitória. O governador Paulo Câmara e o prefeito Geraldo Julio representaram o PSB no encontro.

Durante o comício, Haddad falou sobre sua expectativa para a eleição do próximo domingo. Ele citou pesquisa de intenção de voto veiculada hoje, que já mostra uma redução de seis pontos percentuais na diferença entre o candidato da oposição e ele. O presidenciável destacou que, até o dia 28, é preciso manter o diálogo entre as famílias e amigos para garantir a vitória no segundo turno. Haddad ainda enfatizou, ainda, a importância da união de tantas lideranças em favor da sua candidatura. “Estou aqui recebendo apoio de todas as lideranças do Estado que sabem o risco que o Brasil está correndo. Agora é hora de unidade, de união. A gente, quando tem ameaça, começa a se unir para combater o adversário. Estou com Paulo, com Geraldo, em memória de Arraes, estou com João (Campos), com Silvio Costa, com Humberto Costa. Estou com todos na mesma trincheira. A trincheira da democracia, dos direitos”, afirmou.

O candidato destacou que o Brasil está vivendo um momento delicado no cenário político e que parte da população está sendo enganada por um postulante que não tem histórico e nem serviços mostrados ao povo brasileiro. “Entre um livro de um ministro da Educação e a arma de um soldado de araque, (o povo) vai ficar com a educação, com o trabalho, com a dignidade e com respeito às pessoas”, destacou Haddad.

Vice-presidente nacional do PSB, o governador Paulo Câmara enfatizou que Pernambuco, assim como no primeiro turno, dará uma bonita vitória ao presidenciável. O socialista também frisou que esta é uma das eleições mais importantes dos últimos 30 anos. “Vamos escolher entre a democracia e o autoritarismo. Vamos escolher entre a verdade e a mentira, entre o amor e o ódio. O presidente Lula lhe deu a maior missão da sua vida e você está cumprindo ela com dedicação, trabalho e espírito público, com a verdade e, acima de tudo, falando o que o povo quer ouvir: que você vai continuar o trabalho que o presidente Lula fez no Brasil. A gente vai vencer mais uma vez o medo, a intolerância e aqueles que não querem trabalhar pelo povo. A gente vai vencer o ódio e vamos fazer o Brasil voltar a ser feliz de novo”, declarou o líder socialista.

O prefeito do Recife, Geraldo Julio, pontuou que no próximo dia 28 a população brasileira vai decidir pela manutenção da maior conquista dos últimos anos: a democracia. “Neste domingo, o povo brasileiro vai mostrar que, com democracia, vai, mais uma vez, botar em Brasília um governo popular, um governo que cuida em enfrentar as desigualdades, que cuida dos nordestinos, que cuida do povo mais pobre e bota conquistas para o jovem brasileiro. Vamos comemorar juntos porque eu sei que o povo brasileiro vai saber escolher e, com certeza, vai dar a vitória a Fernando Haddad presidente”, disse Geraldo.

Presidente nacional do PCdoB, a vice-governadora eleita Luciana Santos destacou a altivez de Pernambuco em momentos importantes da história política brasileira e pontuou que, mais uma vez, o pernambucano vai demonstrar resistência. “Vamos mostrar ao ditador, ao que quer pregar o passado, que votou pela reforma trabalhista, que representa o que há de pior, que ‘Ele não!’”, disse. Já o senador reeleito Humberto Costa frisou que o Nordeste será a barreira contra o fascismo representado por Bolsonaro. “Aqui vamos dar conta. Ele pode querer passar o rolo compressor em qualquer lugar, mas aqui não. Estamos a três dias da eleição e estou sentido o cheiro que senti em 2002, em 2006, em 2010 e 2014, que é o cheiro da maior vitória eleitoral que vamos dar a Haddad”, declarou.

Representantes do PSol, Dani Portela, da Rede, Roberto Leandro, e do Avante, Silvio Costa, também discursaram no evento em favor da candidatura de Haddad. O ato ainda contou com depoimentos dos estudantes Manuela e Rafael, que falaram sobre a inclusão dos que mais precisam nas universidades durante os governos do PT.

Foto: Roberto Pereira Jr e Ricardo Stuckert (Pátio do Carmo)