“Eu tenho candidato a governador em Pernambuco: Danilo Cabral”, afirma Lula

“Eu vim aqui pra dizer uma frase: eu tenho candidato a governador em Pernambuco, o companheiro Danilo Cabral”, afirmou o ex-presidente Luiz  Inácio Lula da Silva (PT) no início de seu discurso, nesta quarta-feira (20), em ato público de pré-campanha em sua cidade natal, Garanhuns (PE).

Além de Lula e Danilo, estavam presentes no ato o pré-candidato a vice na chapa presidencial, o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSB), o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), a vice Luciana Santos (PCdoB), o prefeito do Recife, João Campos (PSB), e a pré-candidata ao Senado Teresa Leitão (PT).

Lula reforçou o acordo firmado entre seu partido e o PSB. “O PT tem um compromisso nacional com o PSB, quero cumprir o compromisso com o PSB e quero que o PSB cumpra com o PT. Se a gente não fizer assim, não criamos paz para construir uma coalizão capaz de ensinar a sociedade brasileira a conviver democraticamente na diversidade”, explicou.

O ex-presidente relembrou aos pernambucanos presentes as melhorias que levou ao Nordeste durante seu governo. “O povo pobre não pode ser pobre a vida inteira. Tenho orgulho de dizer que fui o presidente que mais trouxe universidades e escolas técnicas pra cá. O nordeste só aparecia no jornal como a região com maior número de analfabetos, maior evasão escolar, região com menos doutores do Brasil, menos mestres, mais mortalidade infantil. Nós mudamos isso”, discursou.

Para finalizar, o presidenciável assumiu um compromisso com os eleitores e afirmou que o presidente da república, Jair Bolsonaro (PL), ataca o sistema eleitoral brasileiro por ter medo do voto do trabalhador.

“Esse país vai voltar a crescer, nós vamos abrasileirar o preço da gasolina, não vamos mais pagar em dólar. O povo brasileiro vai voltar a comer três vezes por dia, o povo pobre vai ter universidade, não vai mais ter garimpo invadido, não veremos mais essa quantidade de desmatamento, esse país pode ser civilizado de novo”, afirmou.

O pré-candidato a vice-presidente na chapa de Lula, Geraldo Alckmin, criticou Bolsonaro: “Ele não sabe governar, ele gosta do poder e de armas, não gosta do povo”.

O ex-governador reforçou a importância de Pernambuco para Lula, “Guaranhuns e Pernambuco não saíram do coração de Lula, essa cidade deu ao Brasil um estadista que não é fruto da herança política, nem de fortuna pessoal, mas da luta do povo”, e homenageou o falecido colega Eduardo Campos (PSB).

“Governador como eu, Campos sempre repetia que não podemos desistir do Brasil, política é esperança, por isso afirmo que Danilo Cabral traz esperança, com sua experiência no Executivo, no Legislativo e leva sua mensagem de forma democrática, ele conquista com argumentos, vamos juntos!”, finalizou.

Danilo comentou sobre a fragilidade democrática que o país vive e afirmou que todos os presentes no evento de hoje querem “defender o respeito aos diferentes, a liberdade de expressarem sua opinião e a necessidade de defender a democracia”.

“Não existe democracia quando temos a essa hora do dia 40 milhões de brasileiros sem saber o que vão comer, não há democracia quando muitas mulheres estão sendo vítimas só pela condição de ser mulher, não existe democracia quando 20, 30 milhões de brasileiros não tem emprego pra viver com dignidade, não existe democracia quando os povos indígenas não são respeitados, não existe democracia quando a imprensa é atacada”, expôs Danilo.

O pré-candidato ao Governo de Pernambuco afirmou que o time da Frente Popular mudou a vida dos pernambucanos. “Aqui não tem ajuntamento de projetos pessoais, aqui tem projeto político, tem um time que tá entrando em campo com história. Temos consciência do projeto político. Estou preparado para ser o governador de Pernambuco”, finalizou Danilo.

Para o prefeito do Recife, João Campos, a aliança entre Lula e Eduardo Campos permitiu que Pernambuco vivesse “seu melhor momento” no período em que o petista foi presidente do país e o líder do PSB governou o Estado. “Meu pai, Eduardo Campos, dizia que o Nordeste era visto por muitos como o problema do Brasil. Ele dizia, e nós vamos reafirmar isso, o Nordeste é parte da solução do Brasil e é daqui que vai sair essa vitória”, destacou.
O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, disse que o Brasil vai saber dar a resposta nas urnas “para voltar a ser feliz”. “Infelizmente, o país foi contaminado pelo ódio e pela intolerância. Lula e Alckmin representam o que a gente quer para o futuro, que é unidade do país em favor do nosso povo, da geração de emprego e renda e da qualidade de vida”, afirmou.
Antes do evento, Lula esteve em Caetés, onde visitou uma réplica da casa onde nasceu. Na época, o município não existia. Só depois se separaria de Garanhuns. Os pré-candidatos a presidentes e vice também visitaram no final do dia a cidade de Serra Talhada, no interior pernambucano, onde participaram de um ato público. Nesta quinta-feira terão agenda em Recife.
20/07/2022 – Assessoria de Comunicação do PSB
Imagens: Felipe Ribeiro e Wesley D’Almeida

Força de Pernambuco se destaca na abertura do Congresso Nacional do PSB

Durante o evento, resultados das gestões do partido no Estado, como os da área de educação, foram ressaltados

A força de Pernambuco foi destacada na abertura do XV Congresso Constituinte da Autorreforma do Partido Socialista Brasileiro, ocorrida na noite da quinta-feira (28), em Brasília. O ato político contou com a presença do ex-presidente Lula (PT), que é pré-candidato à Presidência da República, do ex-governador e pré-candidato a vice-presidente Geraldo Alckmin (PSB), de governadores, prefeitos, senadores, deputados federais e estaduais, vereadores e diversas lideranças políticas de todo o Brasil. Durante o evento, o deputado federal Danilo Cabral (PSB) foi saudado e aplaudido como pré-candidato ao Governo de Pernambuco.

Também estiveram na mesa, ao lado de Lula, Alckmin e do presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, que é vice-presidente nacional do PSB, o prefeito do Recife, João Campos (PSB), sua mãe, Renata Campos, e seu irmão, Miguel. O palco ainda foi composto por Danilo Cabral e pelos outros deputados federais do PSB de Pernambuco – Tadeu Alencar, Milton Coelho, Gonzaga Patriota e Felipe Carreras – e também pelo presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, deputado estadual Eriberto Medeiros (PSB).

Pernambuco também foi citado como vitrine das gestões do PSB. O ex-governador Geraldo Alckmin, por exemplo, destacou o legado do partido na área da educação. “Estive há dois dias em um evento da sociedade civil, chamado Todos pela Educação. Das três experiências destacadas, duas foram de governos do PSB. Pernambuco, através do nosso governador Paulo Câmara, é campeão em escolas de tempo integral, na formação de professores, na diminuição da evasão escolar. E o Espírito Santo, com o governador Renato Casagrande, também premiado com um modelo extremamente bem-sucedido de educação integral”, ressaltou.

Convidado a falar em nome dos gestores municipais presentes no Congresso Nacional do PSB, o prefeito do Recife, João Campos, destacou a importância da autorreforma do partido como processo que aponta para o futuro e citou o trabalho histórico da sigla em torno de bandeiras importantes para a população. “O PSB, que, um dia, com doutor Arraes, com Francisco Julião, nas ligas camponesas, um dia na transformação da educação, por meio da educação integral, ainda tem muito a fazer pelo Brasil”, discursou.

HOMENAGEM – Entre um discurso e outro, o presidente Carlos Siqueira fez uma homenagem ao sindicalista pernambucano José Rodrigues, que faleceu em 2021. Liderança reconhecida por sua atuação em defesa dos direitos das famílias camponesas, José Rodrigues presidiu a Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado de Pernambuco (Fetape). O líder sindical nasceu em Bom Jardim (PE) e ingressou jovem no Movimento Sindical Rural. Na Fetape, ele é considerado fundamental no movimento durante o período da ditadura civil-militar. José Rodrigues era dirigente do sindicalismo socialista.

PROGRAMAÇÃO – Nesta sexta-feira (29), o Congresso Nacional do PSB tem continuidade, por meio das discussões de temas do documento final da autorreforma do partido. Um deles será dedicado à análise de conjuntura e os demais debaterão os cinco eixos temáticos da autorreforma do PSB: Reforma do Estado; Economia: Prosperidade, Igualdade e Sustentabilidade; Desenvolvimento Sustentável e Economia Verde; Políticas Sociais e Cidades Criativas; Socialismo Criativo, Democracia e o Partido que Queremos. Às 20h, o escritor, poeta e agitador cultural Antônio Carlos Queiroz fará uma aula-show sobre a Semana de Arte Moderna.

Já no sábado (30), às 8h30, será instalada a plenária para apresentação e deliberação dos relatórios dos grupos temáticos. Às 14h, terá início a sessão de encerramento, durante a qual serão eleitos os novos integrantes do diretório nacional, seguida pela reunião que elegerá a nova Comissão Executiva Nacional. A programação completa do evento está disponível aqui.

Imagens: PSB/Divulgação

29/04/2022 – Assessoria de Comunicação do PSB em Pernambuco

Secretária nacional de Mulheres do PSB participa de evento com Lula

Dora Pires, que também integra a Executiva estadual do PSB de Pernambuco, defendeu o nome do ex-presidente como caminho para enfrentar governo fascista e machista

Ricardo Stuckert/PT

A secretária nacional de Mulheres do PSB e integrante da Executiva estadual do PSB de Pernambuco, Dora Pires, participou, na quinta-feira (10), do evento “Mulheres com Lula para reconstruir o País”, em São Paulo. O ato reuniu líderes de partidos políticos, de centrais sindicais e movimentos sociais e parlamentares para reafirmar o compromisso das brasileiras com o projeto defendido pelo ex-presidente e pré-candidato à presidência da República, Luís Inácio Lula da Silva (PT), nas eleições deste ano.

Entre as principais demandas apresentadas, estão a urgência no enfrentamento ao atual projeto de governo e aos desmontes de políticas públicas que promoveram a mobilidade social de milhões de brasileiros e brasileiras. “O mais importante é estarmos unidas para enfrentar esse governo fascista e machista. As mulheres precisam avançar e achar um caminho por mais espaços de poder, mais oportunidade e menos violência, inclusive a violência política de gênero, que nos afasta desse lugar. E o senhor é esse caminho, é esse o norte. A esperança está de volta. A esperança é Lula”, afirmou Dora, dirigindo-se ao ex-presidente.

Durante sua fala, Lula destacou a importância que o eleitorado feminino – o maior do Brasil, com 53% de votantes -, terá nas eleições de outubro. O pré-candidato levou para o debate a urgência de haver uma nova Reforma Política com foco no estímulo à paridade de gênero. Ele relatou que, em viagem ao México, foi surpreendido com a presença de 52% de mulheres no parlamento.

“O que aconteceu no México é simples: eles elegeram um presidente, construíram um movimento e juntaram todo mundo em volta de uma bandeira e conseguiram eleger uma maioria de gente que priorizou a paridade. E como vamos fazer essa paridade chegar ao Brasil? Por meio de uma proposta de reforma política que já garanta uma paridade, porque senão vamos passar o resto da vida nos queixando. E para a gente conseguir fazer a mudança na cabeça das pessoas é preciso saber que não dá pra votar apenas para presidente, mas votar em parlamentares para construir a maioria para fazer a mudança que queremos no Brasil”, conclamou.

11/03/2022 – Assessoria de Comunicação do PSB em Pernambuco*

*Com informações da Secretaria Nacional de Mulheres do PSB