Paulo Câmara é anunciado na equipe de transição de Lula e Alckmin

Foto: Hélia Scheppa/Arquivo/SEI-PE

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), foi indicado, nesta quarta-feira (16), como um dos nomes da equipe de transição para o futuro Governo Lula. O anúncio foi feito pelo vice-presidente eleito, Geraldo Alckmin (PSB).

Paulo vai compor o grupo de Transparência, Integridade e Controle, podendo compartilhar sua experiência como auditor do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE) e como gestor que manteve o equilíbrio fiscal ao longo dos oito anos em que está à frente do Governo do Pernambuco.

16/11/2022 – Assessoria de Comunicação do PSB em Pernambuco

“Sensação de dever cumprido”, diz Paulo Câmara

Em entrevista à Rádio Clube AM, o governador Paulo Câmara (PSB) fez um balanço positivo da sua gestão. Ele disse que sua sucessora, a governadora eleita Raquel Lyra (PSDB), encontrará Pernambuco de pé, com as contas organizadas e obras em andamento para futuras entregas à população. Acompanhe:

Reprodução/Facebook

“Caixa-preta”

Eu tive a honra de participar do governo Eduardo Campos como secretário durante oito anos e, depois, há quase oito anos nós estamos à frente do Governo de Pernambuco. E eu me lembro que tão logo Eduardo assumiu, no dia 1º de janeiro de 2007, no dia 2 ele deu posse aos secretários e, no dia 3 de janeiro, ele me chamou junto com outros secretários e um dos pontos principais [da conversa] foi a criação de um grupo de trabalho e em 90 dias nós criamos o Portal da Transparência – Pernambuco não tinha Portal da Transparência. Então, nosso governo faz parte de uma escola que sempre colocou a transparência e as informações públicas à disposição de todos. As contas públicas, as ações do governo, tudo que a gente faz, tudo que a gente planeja, está disponível à população. São vários mecanismos que foram criados, não só o Portal da Transparência, mas a Lei de Acesso à Informação… Nós temos uma série de mecanismos que garantem não apenas o controle interno das nossas atividades ou controle externo, que abrange o Tribunal de Contas e a Assembleia Legislativa, mas também temos várias ferramentas para o controle social e nós nos orgulhamos disso.

 

Transparência

Pernambuco é um estado transparente, é um estado reconhecido por todo o Brasil por vários institutos que acompanham a transparência como um estado que realmente tem mecanismos eficientes para dar a informação. Na pandemia, nós éramos muito elogiados pela clareza dos dados que eram repassados à população e a todos que acompanhavam aquele período tão difícil. Então, eu não tenho dúvida que todas as informações do Governo de Pernambuco vão ser disponibilizadas à equipe de transição e a próxima governadora vai ter à sua disposição um estado equilibrado, que pagou suas contas, que não está atrasado em nada, que tem hoje o menor nível de endividamento da sua história, um estado que realmente está de pé e que está pronto para os desafios do futuro.

 

A derrota

O PSB vai ter o momento, tão logo acabe o nosso governo, de fazer avaliações em relação ao futuro, ao planejamento das próximas eleições. O que ficou muito claro para nós foi que houve um sentimento de mudança, um sentimento que foi prioritário e preponderante nesse primeiro turno aqui em Pernambuco, tanto é que nós não fomos para o segundo  turno. Mas foi uma eleição muito parelha, que tinha cinco candidatos muito competitivos, que qualquer um dos cinco poderia por poucos votos ter ido para o segundo  turno, o que mostra claramente que houve um desejo de renovação. Nós vamos [refletir] a partir disso também. Não é só nas vitórias que se tem os aprendizados. As derrotas também nos levam a isso.

 

O PSB

Nós temos hoje uma bancada importante de deputados estaduais eleitos. A maior bancada é do PSB. Nós temos também uma bancada importante de deputados federais, foram cinco deputados federais eleitos (em Pernambuco). Nós temos o maior número de prefeitos e prefeitas do estado de Pernambuco… Então, o PSB continua sendo uma força política importante para os próximos anos e nós vamos ajudar o partido a também estar forte para as próximas eleições.

 

Prioridade

Nós temos prioridades no Brasil como um todo já nas eleições de 2024 e uma das maiores é a reeleição, aqui, do prefeito João Campos, mas vamos cuidar também do Sertão, do Agreste, da Zona da Mata, de todas as nossas administrações, porque o PSB tem muitos serviços prestados a Pernambuco, não só no Governo do Estado, mas também nos municípios e nós vamos continuar ajudando Pernambuco. Ajudando agora não mais ocupando o Governo do Estado, mas contribuindo também para que a próxima governadora possa ter êxito nas suas ações.

 

PT e PSB

O presidente Lula vai governar esse país para todos os brasileiros. Com certeza vai ter uma tarefa muito grande de reconstrução do país. Muita coisa precisa ser consertada. Os últimos quatro anos foram de retrocessos. E ele vai ter um aliado importante, o ex-governador e agora vice-presidente eleito Geraldo Alckmin, que é do nosso partido. Lula e Alckmin vão ter uma responsabilidade muito grande de reconstruir esse país. O PSB está dentro desse projeto que independe de ocupações, independe de cargos. Lá atrás, eu fui um dos primeiros a defender essa aliança com o presidente Lula, porque nós entendíamos que era fundamental e era o que mais unia o campo progressista para vencer as eleições, e foi uma decisão acertada. Então, agora é trabalhar, independente de qualquer deliberação do presidente Lula, do vice-presidente Alckmin. Nós vamos ajudar o Brasil a ser reconstruído, independentemente de ocupar cargos ou não.

 

Futuro político

Eu nunca planejei muito minhas atividades, elas sempre aconteceram de maneira muito rápida, inclusive a minha candidatura ao Governo do Estado. Quem lembra ali do início do ano de 2014, eu era secretário do Estado, nunca tinha disputado nenhuma eleição e me coube essa missão de governar Pernambuco nos primeiros quatro anos (após a morte de Eduardo Campos) e depois na nossa reeleição. Então, a partir do momento que foi decidido por nós todos que era importante a continuidade do cargo até o final do mandato, a gente não pensou no futuro. Não vou dizer aqui que eu não disputo mais eleições, mas após ser governador de Pernambuco por oito anos, eu também tenho o direito de pensar e de planejar o meu futuro e nós vamos decidir no momento certo, no momento adequado. O que eu espero efetivamente é ter condições de trabalho, condições de continuar contribuindo, independentemente de disputar cargos.

 

Discrição

Cada pessoa, cada governo, tem a sua forma de se apresentar. Eu sempre tive a discrição e o senso de trabalhar muito na minha vida. E eu preservei isso. Governei Pernambuco durante esses com a forma que eu achava mais adequada. O meu estilo mais discreto resulta nesses comentários, de que a gente poderia ter feito uma comunicação melhor, de que a gente poderia ter aparecido mais no cenário nacional. Mas eu entendo que fiz o que foi possível diante do que passei, diante das crises que Pernambuco passou. Se formos olhar 2015/2016, foi a maior crise econômica que esse país já viu. Se nós formos olhar esses últimos quatro anos, foi um retrocesso, que culminou também com uma pandemia. Nós não tivemos tempo, realmente, para avançar mais em apresentações e comunicações. Nós tivemos que trabalhar e trabalhar muito, para não deixar Pernambuco atrasar compromisso com servidores, com fornecedores, ter nossas escolas funcionando. Pernambuco está de pé, tem uma gestão responsável. Vamos deixar para a nossa sucessora um estado arrumado, com recursos em caixa, com capacidade de investimento que nunca teve e o menor nível de endividamento da história. Saio com a sensação de dever cumprido diante de tudo que a gente viu acontecer com outros estados, e que nós não deixamos acontecer em Pernambuco. A situação fiscal está totalmente organizada, Pernambuco, diferentemente de vários estados do Brasil hoje, não depende de liminar da Justiça para pagar suas contas.

 

Oposição

Nós não vencemos as eleições (ao Governo de Pernambuco), então é normal que a partir do momento que nosso campo político não vence a eleição e vence uma candidata de oposição, nós façamos a oposição. Vamos ser observadores, evidentemente, fiscalizadores. Sabemos os limites que o Governo pode avançar, mas sabemos também que pode avançar e continuar avançando muito. É uma oposição com responsabilidade, uma oposição que contribui para a governança. Isso faz parte. O PSB vai ter essa responsabilidade com Pernambuco de apoiar aquilo que for importante para o povo de Pernambuco, mas também vai ter um olhar crítico naquilo que nós entendemos que possa estar indo na contramão dos interesses da população.

 

2024

Vamos iniciar um novo ciclo. Pode ter certeza que a partir das próximas semanas ou próximos meses voltam novamente todas as discussões sobre eleições municipais e isso faz parte desse processo, dessa dinâmica Brasil afora, e aqui em Pernambuco a prioridade é o PSB continuar trabalhando pela reeleição dos seus prefeitos, das suas prefeitas e dos quadros novos que vão surgir. É um partido que tem muita força em Pernambuco e vai querer continuar trabalhando também num nível municipal junto com seus parceiros. Aqui, no Recife, evidentemente que João Campos é candidato à reeleição. Está fazendo um trabalho importante, um trabalho necessário. João vai ter aí dois anos de oportunidades que eu não tive, que foi governar com um presidente aliado. E ele vai ter um presidente não apenas aliado, [mas] um presidente que sabe da importância de se fazer políticas públicas que cheguem a todos neste Nordeste brasileiro.

 

Transição

A gente vai passar todas as informações, tudo aquilo que precisa ser resolvido de imediato e as ações que podem ser continuadas no próximo governo. Mas nós vamos deixar também um conjunto de obras. Muitas delas eu gostaria, inclusive, de ter inaugurado ainda no nosso governo. No entanto, por uma série de motivos, vai ficar para o próximo, como estradas, abastecimento de água, saneamento básico e a construção de unidades de ressocialização. Vamos deixar um leque de conteúdos de obras públicas em andamento e tem importantes eixos das regiões de Pernambuco, que têm os recursos garantidos para sua finalização.

– Entrevista publicada originalmente pelo jornal Diario de Pernambuco em 09/11/2022

Encontro com lideranças prega unidade em torno da eleição de Lula

Cerca de 70 prefeitos e dezenas de vice-prefeitos, ex-prefeitos, vereadores, ex-vereadores, deputados, deputados eleitos e outras lideranças da Frente Popular estiveram presentes em encontro suprapartidário nesta terça-feira (11), em Gravatá, no Agreste de Pernambuco. O objetivo foi mobilizar o time de Lula (PT) e Alckmin (PSB) para a construção de uma expressiva vitória no segundo turno, ampliando a votação da chapa em relação ao primeiro turno.

“O que nos une aqui é a eleição do presidente Lula”, ressaltou o deputado federal Danilo Cabral (PSB), ex-candidato da Frente Popular ao Governo de Pernambuco. “Neste momento, [estamos] juntos para fazer Lula presidente da República. É isso que vai nos unir. É isso que cada um aqui deve buscar. É isso que a gente tem que continuar construindo. É essa unidade em cima para que a gente possa construir um grande Brasil e um novo Pernambuco”, completou o parlamentar, que foi aplaudido de pé pelos presentes no encontro.

No mesmo sentido, o governador Paulo Câmara (PSB) ressaltou que, recentemente, esteve em São Paulo, juntamente com o senador Humberto Costa (PT), participando de reuniões políticas com Lula e disse que o sentimento da campanha é de que o Nordeste dará uma expressiva vitória ao petista. “O presidente Lula sabe que conta com o Nordeste, que conta com Pernambuco. Nós vamos ganhar esta eleição, mas o Nordeste vai ser o responsável pela eleição do presidente Lula. A palavra de ordem deve ser uma só: é democracia, é liberdade, mas é unidade em favor de Pernambuco e deste Brasil”, declarou.

Também discursaram no evento a vice-governadora de Pernambuco, Luciana Santos (PCdoB), o prefeito do Recife, João Campos (PSB), o senador Humberto Costa (PT), o suplente da senadora eleita Teresa Leitão (PT), Silvio Costa, a presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), Ana Célia Farias, e o prefeito de Gravatá, anfitrião do evento, Padre Joselito.

11/10/2022 – Assessoria de Comunicação do PSB em Pernambuco*

*Com informações da assessoria de comunicação do deputado federal Danilo Cabral

Imagens: Wesley D’Almeida

Governo de Pernambuco concede auxílio de R$ 1,5 mil às famílias atingidas pelas chuvas

Projetos de lei serão enviados à Assembleia Legislativa e recursos vão ser encaminhados aos municípios em situação de emergência, que farão os repasses

Foto: Hélia Scheppa/SEI-PE

O governador Paulo Câmara enviou à Assembleia Legislativa, nesta sexta-feira (03.06), dois projetos de lei para assistência às vítimas das chuvas. O Auxílio Pernambuco vai pagar R$ 1,5 mil às famílias em situação de extrema pobreza, que estão desabrigadas, desalojadas ou perderam bens em consequência dos deslizamentos de barreiras e alagamentos. Serão mais de R$ 120 milhões do Tesouro Estadual mobilizados nessa iniciativa, que beneficiará 82 mil famílias dos municípios que declararam situação de emergência. Já os dependentes de pessoas falecidas em consequência dos temporais terão direito a uma pensão vitalícia de um salário mínimo.

“Hoje encerramos as buscas pelas pessoas desaparecidas. Quero prestar minha solidariedade aos familiares das 128 vítimas e informar que estamos decretando luto oficial de três dias, em memória dessas pessoas. Vamos repassar cerca de R$ 120 milhões aos municípios em situação de emergência para que seja pago o Auxílio Pernambuco às famílias prejudicadas”, afirmou Paulo Câmara.

O governador informou ainda que o suporte às prefeituras para os trabalhos de restabelecimento dos acessos e dos serviços públicos continua, com o apoio das secretarias estaduais.

03/06/2022 – *Com informações da Secretaria de Imprensa de Pernambuco

Pernambucanos são eleitos para a Executiva Nacional do PSB

Governador Paulo Câmara segue como vice-presidente nacional do partido; João Campos assume segunda vice-presidência, e Danilo Cabral, vice-presidência nacional de Relações Parlamentares

Imagem: Ruy Baron/PSB

O XV Congresso Constituinte da Autorreforma do PSB, encerrado neste sábado (30), em Brasília, contou com a eleição de pernambucanos para a Comissão Executiva Nacional do partido. O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, foi reconduzido ao cargo de vice-presidente nacional, contribuindo com a gestão de Carlos Siqueira, reeleito presidente nacional. Já o prefeito do Recife, João Campos, que era vice-presidente nacional de Relações Federativas, passa a ser o segundo vice-presidente nacional.

O time de pernambucanos na Executiva Nacional do PSB para o período 2022-2025 ainda contará com o deputado federal e pré-candidato ao Governo de Pernambuco Danilo Cabral, que continua como vice-presidente nacional de Relações Parlamentares; com o ex-prefeito do Recife, Geraldo Julio, que segue como primeiro-secretário nacional; e com o deputado federal Milton Coelho e o pré-candidato a deputado federal Pedro Campos, ambos como secretários especiais. Todos estiveram na mesa principal do evento neste sábado, que teve ainda a presença de Geraldo Alckmin, pré-candidato do PSB à vice-presidência na chapa com Lula.

O diretório nacional do PSB, também eleito por unanimidade no ato de encerramento do congresso, conta, da mesma forma, com vários pernambucanos, entre deputados federais e estaduais, vereadores, lideranças e militantes em geral. Entre os segmentos do PSB, Dora Pires, que integra a Executiva Estadual do partido em Pernambuco como secretária de Formação Política e Articulação dos Segmentos, foi reconduzida ao cargo de secretária nacional de Mulheres da sigla.

Imagem: Rodolfo Loepert

AVANÇOS – No evento de encerramento, o governador de Pernambuco e vice-presidente nacional do PSB, Paulo Câmara, ressaltou os avanços de sua gestão. Na educação, exaltou os investimentos que reduziram a evasão escolar e elevaram o ensino público pernambucano ao que tem a maior rede de escolas de tempo integral no Brasil. O gestor também destacou ações na segurança pública, na infraestrutura e na saúde, citando estratégias que fizeram de Pernambuco o estado com a segunda menor taxa de mortalidade por Covid-19 em 2021. “Com todas as dificuldades vivenciadas, conseguimos manter nosso estado equilibrado financeiramente, mas também não descuidamos das políticas públicas para os mais vulneráveis”, completou.

Paulo Câmara finalizou sua fala agradecendo aos correligionários e ao povo pernambucano. “Julguei importante fazer esse breve resumo que conta um pouco da história dos nossos mais de sete anos à frente do Governo do Estado de Pernambuco, função que exercerei com muita honra até o último dia do nosso mandato. Não só como uma prestação de contas, mas também como uma forma de reafirmar que o melhor caminho é o da democracia, da responsabilidade do trabalho e da gestão séria e comprometida. Quero agradecer a todos vocês, ao presidente Carlos Siqueira, à direção nacional e estadual do PSB e ao povo de Pernambuco e dizer com clareza: contem conosco para sempre trabalharmos juntos por Pernambuco, pelo Nordeste e pelo Brasil”, encerrou, sob aplausos.

HOMENAGEM – Ainda durante o encerramento do XV Congresso Constituinte da Autorreforma do PSB, o prefeito do Recife, João Campos, prestou uma homenagem a Ivan Rodrigues, militante histórico do partido que faleceu no início deste mês, aos 94 anos. “Doutor Ivan, no dia 1º de abril de 1964, estava no Palácio do Campo das Princesas, resistindo ao golpe militar ao lado de Miguel Arraes de Alencar. Ele foi preso, sofreu a dura carga da opressão daquele momento e, nesses 58 anos, em todos os momentos, esteve ao lado do PSB de Pernambuco, ao lado de Miguel Arraes, de Eduardo Campos e de Paulo Câmara. Não poderíamos deixar de fazer essa justa homenagem a doutor Ivan Rodrigues”, enfatizou o prefeito.

 

30/04/2022 – Assessoria de Comunicação do PSB em Pernambuco

PSB promove primeira Agenda 40 do ano em Afogados da Ingazeira

Evento contou com a presença de Danilo Cabral, pré-candidato da legenda ao Governo de Pernambuco

Foto: Marcus Mendes

O PSB de Pernambuco promoveu, na tarde desta sexta-feira (18), o primeiro evento Agenda 40 em 2022. A ação ocorreu em Afogados da Ingazeira, no Sertão do Pajeú, e contou com a participação do governador Paulo Câmara, do deputado federal Danilo Cabral, pré-candidato do PSB ao Governo de Pernambuco, e do presidente estadual da legenda, Sileno Guedes. Também estiveram presentes prefeitos, deputados federais e estaduais, vereadores, lideranças e apoiadores de toda a região.

Durante o evento, o governador Paulo Câmara enalteceu o conjunto de obras e serviços anunciados por meio do Plano Retomada, que prevê, até o fim de 2022, cerca de R$ 5 bilhões em investimentos. Pela manhã, antes da Agenda 40, o gestor percorreu a região fazendo entregas que somam R$ 62 milhões. Em Flores, a população recebeu a PE-337 recuperada. Em Calumbi, foi entregue a requalificação do terminal rodoviário. Já em Serra Talhada, Paulo Câmara vistoriou as obras de reconstrução da PE-365. Por fim, em Afogados da Ingazeira, foram inaugurados 40 novos leitos no Hospital Regional Emília Câmara.

O pré-candidato Danilo Cabral também destacou o volume de investimentos do Plano Retomada, que têm promovido uma gestão interiorizada, agradeceu o apoio que vem recebendo e ressaltou a unidade que sua pré-candidatura representa em favor de Pernambuco. “Representamos aqui a história de uma frente política que passou pela vida das pessoas e a mudou para melhor. Pernambuco dá aqui um exemplo de unidade: a unidade do povo. Vamos percorrer Pernambuco inteiro, no contato olho no olho, escutando e apresentando caminhos, construindo um caminho que aponte para o futuro e renove a esperança do povo”, disse.

O presidente estadual do PSB, Sileno Guedes, enfatizou que a Agenda 40 em Afogados da Ingazeira foi apenas a primeira de um circuito de encontros que serão promovidos em todo o Estado. “A gente está dando largada, após um período em que o partido não pôde ter esse contato tão próximo com a militância, por conta da pandemia, mas tudo tem seu tempo. Fico feliz, em nome do PSB de Pernambuco, em nome da militância, de dar a largada da Agenda 40. Vamos percorrer todas as regiões do Estado levando essa mensagem e, sobretudo, nossa disposição de seguir transformando e avançando com o Pernambuco que a gente deseja”, declarou.

Foto: Divulgação

Também estiveram compondo a mesa da Agenda 40 o presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, deputado Eriberto Medeiros, os deputados federais Gonzaga Patriota (PSB) e Carlos Veras (PT), o deputado estadual Waldemar Borges (PSB), o presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), José Patriota, e o prefeito de Afogados da Ingazeira, Sandrinho Palmeira.

18/03/2022 – Assessoria de Comunicação do PSB em Pernambuco

 

Paulo Câmara lança edital que fortalece políticas públicas para as mulheres

Para marcar o Dia Internacional da Mulher, governador anuncia chamamento público que representará mais de R$ 3 milhões em investimentos

Hélia Scheppa/SEI

Com o objetivo de ampliar as políticas públicas voltadas para as mulheres em Pernambuco, o governador Paulo Câmara lançou, nesta terça-feira (08.03), no Palácio do Campo das Princesas, um edital no valor de R$ 3,2 milhões para seleção de 64 projetos de organizações sociais que dialoguem com as questões de gênero, raça e etnia, prevenção de violências, formação, emprego, empreendedorismo, entre outros. As iniciativas serão desenvolvidas em 58 municípios e as instituições vão trabalhar em cima de propostas que favoreçam a autonomia produtiva e econômica das mulheres.

“Vamos investir mais de R$ 3 milhões para fortalecer esse segmento e chegar a todos os cantos de Pernambuco, porque a gente sabe que isso pode ajudar cada vez mais na capacitação da mulher, no enfrentamento à violência e na luta diária contra qualquer tipo de discriminação. Queremos fazer isso junto com a sociedade, em um movimento constante, incluindo outras ações que a Secretaria da Mulher vem desenvolvendo muito bem”, pontuou Paulo Câmara, que estava acompanhado da vice-governadora Luciana Santos.

De acordo com a secretária estadual da Mulher, Ana Elisa Sobreira, a iniciativa visa descentralizar as políticas públicas, contemplando o máximo possível de pessoas. “Esse é o primeiro lançamento, mas a nossa ideia é que, futuramente, possamos ampliar mais, para que mais mulheres sejam beneficiadas e que possamos fomentar esse tipo de ação. Queremos chegar aos organismos não municipais, às entidades e associações. Precisamos do apoio delas, e elas, do Estado. Então, essa foi a resposta que nós demos”, explicou.

O edital será divulgado no site www.secmulher.pe.gov.br, com prazo mínimo de 30 dias para a apresentação das propostas, a contar da data de publicação. Após o anúncio final dos resultados, no Diário Oficial do Estado, as ações dos projetos selecionados serão executadas em até seis meses.

“O edital lançado hoje é mais um passo que a gente dá. As mulheres com deficiência, as associações, precisam ter uma ação nesse sentido, para ter empoderamento econômico, uma vida melhor nessa sociedade tão machista”, comemorou a coordenadora do Comitê Estadual Pró-Mulher com Deficiência, Dida Duque.

Também participaram do ato os secretários estaduais Alexandre Rebelo (Planejamento e Gestão), Humberto Freire (Defesa Social), Marília Lins (Administração), Fernandha Batista (Infraestrutura e Recursos Hídricos), Sileno Guedes (Desenvolvimento Social, Criança e Juventude) e Cloves Benevides (Prevenção à Violência e às Drogas); o deputado federal Danilo Cabral; os deputados estaduais Gleide Ângelo, Clovis Paiva e Antônio Fernando; a secretária da Mulher do Recife, Glauce Medeiros; a Procuradora-Geral adjunta do Estado, Giovana Ferreira; a secretária executiva de Planejamento e Gestão do Estado, Tereza Araújo; a presidente da Compesa, Manoela Marinho; a vereadora do Recife Liana Cirne; além das cantoras Lia de Itamaracá e Cristina Amaral.

09/03/2022 – Com informações da Secretaria de Imprensa de Pernambuco

Frente Popular oficializa Danilo Cabral como pré-candidato ao Governo de Pernambuco

Deputado federal do PSB vai encabeçar chapa que conta com o apoio de 11 partidos

Imagem: Wesley D’Almeida

O deputado federal Danilo Cabral (PSB) foi anunciado, na tarde desta segunda-feira (21), como o pré-candidato da Frente Popular ao Governo de Pernambuco nas eleições de outubro deste ano. A oficialização do nome do parlamentar ocorreu em evento no Recife Praia Hotel, com participação do governador Paulo Câmara, do prefeito do Recife, João Campos, dos presidentes nacional e estadual do PSB, respectivamente, Carlos Siqueira e Sileno Guedes, e de dirigentes das outras 11 siglas que compõem a Frente Popular de Pernambuco: PCdoB, PSD, Progressistas, MDB, PDT, Republicanos, Solidariedade, Avante, PROS, PV e PT.

Danilo Cabral foi escolhido após um intenso processo de escuta interna nesses partidos, conduzido pelo governador Paulo Câmara. O pré-candidato, que tem 54 anos, é auditor concursado do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE), advogado e pós-graduado em Administração Pública pela Universidade de Pernambuco (UPE) e em Direito Administrativo pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Foi secretário de Administração do Recife entre 2001 e 2003, na gestão do ex-prefeito João Paulo (PCdoB), e vereador da cidade de 2005 a 2008. Como secretário de Educação de Pernambuco, de 2007 a 2010, começou a trilha que colocaria a educação pública pernambucana como a melhor do Brasil no Ensino Médio.

Em 2010, foi eleito deputado federal pela primeira vez, mas licenciou-se do cargo para conduzir a Secretaria das Cidades, entre 2011 e 2014, ainda na gestão do ex-governador Eduardo Campos. Ele também atuou como secretário de Planejamento e Gestão a partir de 2015, no primeiro governo de Paulo Câmara. Em 2016, reassumiu sua cadeira como deputado federal, já em segundo mandato, e foi novamente eleito para o cargo em 2018. No ano passado, Danilo foi líder do PSB na Câmara dos Deputados. Sua atuação tem se destacado pela defesa de bandeiras como a da educação e a do Sistema Único de Assistência Social (SUAS).

Imagem: Wesley D’Almeida

Durante discurso no evento de anúncio de sua pré-candidatura, Danilo Cabral agradeceu a confiança depositada pela ampla composição de legendas da Frente Popular e lembrou que esse é o símbolo de uma grande união nacional para derrotar o bolsonarismo nas urnas. “Me sinto preparado para a maior missão da minha vida. Pernambuco, que teve Paulo Câmara como a pessoa certa, na hora certa, para governar este estado em um tempo de tantas dificuldades, dá exemplo de união e é o ponto de partida para o país, nesse grande projeto que é devolver o Brasil aos brasileiros, com a eleição de Lula, um presidente do qual os brasileiros têm saudade”, afirmou Danilo, que esteve no evento acompanhado da esposa, Analúcia Cabral, e de outros familiares.

Na mesma linha, o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, caracterizou a definição do nome de Danilo Cabral como símbolo de uma unidade com repercussões no Estado e no âmbito nacional. “Essa representa não só uma escolha pessoal, mas a escolha de uma frente política que remonta aos anos 60, com Miguel Arraes, com Pelópidas da Silveira, depois com Eduardo Campos, e que tem importantes partidos representados, inclusive o Partido dos Trabalhadores. Esse passo é importante não só porque estaremos unidos aqui em Pernambuco, mas estaremos juntos em todo o País em torno de Lula presidente”, declarou.

Imagem: Wesley D’Almeida

O governador Paulo Câmara, que é vice-presidente nacional do PSB, agradeceu o apoio e reconhecimento dos partidos da Frente Popular de Pernambuco no processo de condução de sua sucessão no Palácio do Campo das Princesas e citou avanços que sua gestão tem proporcionado aos pernambucanos. “A Frente Popular está novamente reunida, essa que é uma unidade política que faz tanto bem a Pernambuco, porque tem sentimento social e tem feito nosso estado avançar e melhorar. A pré-candidatura de Danilo Cabral é um projeto coletivo, bem diferente dos projetos pessoais que temos vistos por aí”, enfatizou o governador.

Outro discurso de entusiasmo com a pré-candidatura de Danilo Cabral foi o do prefeito João Campos. O gestor ressaltou a importância da união em torno do nome definido pela Frente Popular de Pernambuco para disputar o Governo do Estado, um exemplo local bem-sucedido de um cenário de entendimento no campo progressista que também deve ser trabalhado na esfera nacional. “O PSB está unido para ser o primeiro grande partido brasileiro a declarar apoio ao presidente Lula”, destacou.

Imagem: Wesley D’Almeida

Com o anúncio da pré-candidatura a governador de Pernambuco, terão continuidade as conversas com os partidos da Frente Popular para a definição dos outros nomes da chapa. “Esse processo tem sido conduzido pelo governador Paulo Câmara, que agora, ao lado de Danilo Cabral, seguirá ouvindo os partidos, levando em conta a legitimidade de todos de apresentarem seus quadros. É importante destacar que temos um prazo razoável para fazer essa definição, até as convenções, e que muito importante também é trabalhar as chapas proporcionais”, afirmou o presidente estadual do PSB de Pernambuco, Sileno Guedes.

O evento ainda contou com a reprodução de uma mensagem da presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, que saudou a escolha do nome de Danilo Cabral e realçou a importância da unidade no campo progressista. Também discursaram a vice-governadora Luciana Santos, que é presidente nacional do PCdoB; o senador Humberto Costa (PT) e o presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, deputado Eriberto Medeiros (PP). Além de dirigentes dos partidos da Frente Popular de Pernambuco, compareceram presencialmente o deputado federal Marcelo Freixo (PSB-RJ), o ex-prefeito do Recife Geraldo Julio (PSB), deputados federais e estaduais, prefeitos e vereadores. O evento teve transmissão ao vivo pelas redes sociais.

Acompanhe a íntegra do evento:

21/02/2022 – Assessoria de Comunicação do PSB em Pernambuco

Paulo Câmara anuncia calendário de pagamento do 13º do Bolsa Família Pernambuco

Em seu terceiro ano de execução, benefício estadual injetará R$ 165,3 milhões na economia

Imagem: Aluísio Moreira/SEI-PE

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB) anunciou, nesta segunda-feira (7), o calendário de pagamento do 13º do Bolsa Família. Os repasses referentes a 2021 ocorrerão em uma única etapa, começando no próximo dia 14 de fevereiro e se estendendo até o dia 25 do mesmo mês, conforme o dígito final do Número de Identificação Social (NIS) do beneficiário. A iniciativa do Governo de Pernambuco representa um benefício para 1.190.567 famílias. O valor injetado na economia – o maior em três anos de programa – chega a R$ 165,3 milhões.

“Essa é uma iniciativa importante para beneficiar as pessoas que realmente estão em situação de vulnerabilidade e que precisam de um olhar atento do Estado. Somando os três anos em que honramos o pagamento do benefício, são quase R$ 500 milhões investidos. Isso ajudou a minimizar o sofrimento de muitas famílias pernambucanas”, destacou Paulo Câmara.

Nesta edição, 71% dos beneficiários – também o maior índice desde o início do programa – receberão o valor máximo da parcela extra, que é de R$ 150. O saque do valor do benefício deve ser feito da mesma forma que o usuário já utilizava para receber o Bolsa Família ou, atualmente, o Auxílio Brasil. Tem direito ao 13º quem recebeu o Bolsa Família, o Auxílio Emergencial ou o Auxílio Brasil durante, pelo menos, seis meses do ano 2021, intercalados ou consecutivos.

O secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude de Pernambuco e presidente estadual do PSB, Sileno Guedes, enfatizou a importância de, mais uma vez, ser pago o benefício estadual em um período de agravamento das demandas sociais em todo o país. “Pelo terceiro ano, o governador Paulo Câmara cumpre esse compromisso, assumido ainda em 2018, de pagar a 13ª parcela para beneficiários do Bolsa Família. É uma iniciativa que não acontece em nenhum outro estado, mas Pernambuco tem suas contas organizadas e perseverou nesse compromisso, que é ter um olhar especial para a população mais vulnerável do nosso Estado”, destacou.

O Governo de Pernambuco está disponibilizando a Ouvidoria Social para que a população possa esclarecer dúvidas sobre o pagamento do 13º do Bolsa Família. O contato pode ser feito, de forma gratuita, por meio do 0800.081.4421, de segunda a sexta, das 9h às 16h, ou também dos telefones (81) 98494.1298 e 98494.1291.

ASSISTÊNCIA SOCIAL – Além do lançamento do calendário de 2022 do 13º do Bolsa Família, o governador Paulo Câmara também autorizou a realização de uma seleção simplificada com o objetivo de contratar 116 profissionais para atuar na Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, em áreas como proteção social básica, média e alta complexidade, monitoramento de programas e gerenciamento do Fundo Estadual de Assistência Social. Uma comissão será formada para elaborar o edital, que será lançado nos próximos dias.

 

Confira o calendário de pagamento do 13º do Bolsa Família:

NIS com final 1: 14 de fevereiro de 2022

NIS com final 2: 15 de fevereiro de 2022

NIS com final 3: 16 de fevereiro de 2022

NIS com final 4: 17 de fevereiro de 2022

NIS com final 5: 18 de fevereiro de 2022

NIS com final 6: 21 de fevereiro de 2022

NIS com final 7: 22 de fevereiro de 2022

NIS com final 8: 23 de fevereiro de 2022

NIS com final 9: 24 de fevereiro de 2022

NIS com final 0: 25 de fevereiro de 2022

 

07/02/2022

*Com informações da Secretaria de Imprensa de Pernambuco

Gestão do PSB faz de Pernambuco líder em empregabilidade de mulheres

Presença feminina passou a representar 42,09% dos postos de trabalho com carteira assinada entre janeiro e novembro de 2021

Pixabay

A gestão do governador Paulo Câmara (PSB) colocou Pernambuco em primeiro lugar no Nordeste em contratações de mão de obra feminina. De janeiro a novembro do ano passado, o número de mulheres empregadas passou a representar 42,09% dos postos de trabalho com carteira assinada, segundo a Secretaria Estadual de Trabalho, Emprego e Qualificação (Seteq), com base no novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Em seguida, aparecem Ceará (41,2%) e Paraíba (39,6%).

Considerando os números absolutos, têm-se o registro de 54.503 homens admitidos em postos de trabalho no período analisado, ante 39.622 mulheres. Entre os 184 municípios, os que mais se destacaram no ranking foram Abreu e Lima, Águas Belas, Altinho, Araripina, Bonito, Brejo da Madre de Deus, Carnaíba, Catende, Cupira, Dormentes, Escada, Ibimirim, Ibirajuba, Itapissuma, Jaqueira, Olinda, Ouricuri, Parnamirim, Petrolina, Riacho das Almas, Salgueiro, Saloá, Santa Cruz, Santa Filomena, Santa Maria do Cambucá, São Joaquim do Monte, São José do Belmonte, São Lourenço da Mata, Serra Talhada, Serrita e Sertânia.

Na avaliação da secretária nacional de Mulheres do PSB, Dora Pires, a análise desses números permite constatar que Pernambuco está reduzindo a desigualdade entre homens e mulheres no trabalho, mas também reforça a importância da continuidade de investimentos em políticas públicas para seguir diminuindo esse abismo. “Gerar oportunidades para as mulheres, e oportunidades de qualidade, com carteira assinada, com todos os direitos trabalhistas garantidos, como se constatou nos dados do Caged, impacta não somente a elas, na questão da autoestima, mas também suas famílias, suas comunidades. É algo que dá seguridade social para que elas desenvolvam trajetórias produtivas”, afirma.

 

Veja os percentuais por estado:

Pernambuco – 42,9%

Paraíba – 39,68%

Rio Grande do Norte – 39,24%

Maranhão – 38,94%

Bahia – 37,74%4

Alagoas – 35,66%

Piauí – 31,92%

Sergipe – 28,93%

 

21/01/2022 – Assessoria de Comunicação do PSB em Pernambuco*

*Com informações da Secretaria de Imprensa de Pernambuco